Bio | 10 fatos sobre a carreira de Viola Davis

Viola Davis é, sem dúvidas, uma das maiores atrizes da sua geração e um dos nomes mais importantes e celebrados do entretenimento moderno. Além de talentosa, a artista sabe escolher bons papéis. Seja na pele de Amanda Waller em Esquadrão Suicida (2016), da icônica Annalise Keating em How to Get Away with Murder (2014-2020) ou da precursora Ma Rainey em A Voz Suprema do Blues (2020), ela sempre entrega performances impecáveis que marcam gerações.

Confira abaixo 10 fatos sobre a carreira de Viola Davis:

Ativista

A atriz sempre foi conhecida por lutar contra o racismo e pelo protagonismo da cultura negra no entretenimento. Durante o seu discurso de vitória no Emmy Awards de 2015, ela disse: “A única coisa que separa as mulheres negras de qualquer outra pessoa é a oportunidade. Você não pode ganhar um Emmy por papéis que simplesmente não existem”.

Premiada

Viola coleciona uma séria de prêmios por suas atuações. Entre eles, um Oscar e um Globo de Ouro de atriz coadjuvante por Um Limite Entre Nós (2016), um Emmy de melhor atriz em série dramática por How to Get Away with Murder (2014-2020) e dois Tony Awards.

Viola Davis no Oscar 2017

Infância difícil

Apesar de atualmente ser uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood, Viola Davis enfrentou dificuldades durante a infância. Antes de ser famosa, a artista chegou a passar fome, tendo que roubar comida e revirar latas de lixo. Sua mãe era uma empregada doméstica e dona de casa, seu pai era um treinador de cavalos.

Arte como válvula de escape

Para enfrentar a fome e a pobreza, a jovem Viola usava a arte como distração. Ela inventava roteiros e histórias em sua cabeça, e os interpretava sozinha como um passatempo.

Virada de chave

A atuação de Viola ao lado de Meryl Streep, Amy Adams e Philip Seymour Hoffman no aclamado filme Dúvida (2008) foi o ponto de virada em sua carreira no cinema. O seu desempenho foi amplamente reconhecido pela crítica, o que garantiu sua primeira indicação ao Oscar, em 2009.

Viola Davis ao lado de Meryl Streep em ‘Dúvida’ (2008)

Sonho realizado

Uma das principais inspirações que Viola tinha no mundo das artes era Cicely Tyson, uma das atrizes negras pioneiras em Hollywood. As duas chegaram a atuar juntas em Histórias Cruzadas (2011) e em How to Get Away with Murder (2014-2020). Cicely Tyson faleceu, aos 96 anos, em janeiro de 2021.

Influência

Para confirmar o seu grande legado artístico e as importantes contribuições sociais, a Revista TIMES elegeu, em 2017, a artista como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Detalhe: Meryl Streep, amiga pessoal de Viola, foi convidada para escrever um pequeno perfil sobre a atriz para a publicação.

Sucesso em dose dupla

Viola Davis conseguiu um fato inédito: ela venceu dois grandes prêmios com a mesma personagem, Rose Maxson em Fences. Primeiro, ela venceu um Tony Awards de Melhor Atriz Principal em um Peça, em 2010. Em 2017, ela venceu o Oscar de Atriz Coadjuvante pelo mesmo papel na adaptação cinematográfica da obra.

Viola Davis em ‘Um Limite Entre Nós’ (Fences)

Estrelada

A atriz ganhou uma estrela na importante Calçada da Fama, em janeiro de 2020.

Arte em família

Viola é casada com o também ator Julius Tennon, de 67 anos. Apesar de ser madastra das duas filhas de Tennon, o casal decidiu adotar uma pequena menina, a quem batizaram de Gênesis.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Carioca e Jornalista graduado. Admirador da comunicação e de suas linguagens. Acredita no cinema como ferramenta capaz de transmitir sentimentos, quebrar preconceitos e mudar o mundo.