Spin-off de ‘Mad Max’ sobre Furiosa, com Anya Taylor-Joy, começará a ser filmado em 2022

Spin-off de Mad Max sobre a personagem Furiosa começará a ser filmado no ano que vem na Austrália.

Durante uma entrevista coletiva em Nova Gales do Sul, Austrália, o vencedor do Oscar, George Miller, confirmou que as gravações do spin-off de Mad Max sobre a personagem Furiosa começarão no ano que vem em território australiano. A coletiva ainda contou com a presença de Chris Hemsworth, que estrelará o longa ao lado da vencedora do Globo de Ouro 2021, Anya Taylor-Joy. A atriz interpretará o papel que, inicialmente, pertenceu à Charlize Theron em Mad Max: Estrada da Fúria (George Miller, 2015).

De acordo com o site Deadline, a produção de Furiosa será a maior que a Austrália já viu. Para isso, a fonte leva em consideração um comentário por parte da Premier do Estado de Nova Gales do Sul, Gladys Berejiklian. Segundo a política, o filme criará 850 vagas de emprego, injetando na economia local pelo menos US$ 350 milhões. Confira abaixo:

Atualmente, George Miller está trabalhando na etapa de pós-produção do filme Three Thousand Years of Longing, que conta com as atuações de Idris Elba Tilda Swinton. Sobre o longa de origem de Furiosa, o diretor adiantou que “será uma parcela “única” da franquia, mas será familiar para os fãs da série”.

Além disso, ele apontou o quanto está ansioso para ver o filme nos cinemas. Dessa forma, vale lembrar que a Warner Bros. anunciou que voltará a lançar os seus filmes apenas nos cinemas a partir de 2022. Devido à pandemia do novo Coronavírus, o estúdio adotou o modelo híbrido (salas de cinema + streaming) para o lançamento de suas produções. Confira aqui!

Com previsão para estrear em 23 de junho de 2023, Furiosa também contará com a atuação de Yahya Abdul-Mateen II, cujo papel ainda não foi revelado.

Mad Max: Antes de Furiosa

Lançado em 1979, o primeiro filme protagonizado por Mel Gibson como o protagonista Max Rockatansky se passa em uma sociedade distópica, seguido por mais outros três longas, na década de 1980. Em 2015, coube a Tom Hardy viver uma nova e mais jovem versão de Max, ao lado da personagem Furiosa (Theron), que tem sido aclamada desde então.

Com isso, Mad Max: Estrada da Fúria foi um dos grandes destaques do Oscar 2016. O longa faturou seis estatuetas (edição, figurino, cabelo e maquiagem, direção de arte, edição e mixagem de som) em um total de 10 indicações, incluindo Melhor Filme e Melhor Direção.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.