Bilheteria nos EUA | ‘Godzilla vs. Kong’ segue na liderança e se aproxima da marca de US$ 400 milhões ao redor do mundo

Godzilla vs. Kong segue na liderança na bilheteria nos EUA pela terceira semana seguida.

Godzilla vs. Kong (Adam Wingard, 2020) permaneceu na liderança da bilheteria nos EUA em seu terceiro fim de semana em cartaz (16-18 de abril). Nesse período, o longa faturou US$ 7.7 milhões com exibição em 3.001 salas de cinema. Isso representa uma queda de 44,5% em comparação com a semana anterior. Por outro lado, a produção da Legendary Pictures, com distribuição da Warner Bros., alcançou a marca de US$ 80.6 milhões na bilheteria nos EUA. Desse modo, consolidou a sua marca como o filme de maior sucesso durante a pandemia.

Além disso,  Godzilla vs. Kong continua em crescimento no mercado internacional. Até o momento, o longa conquistou US$ 310.3 milhões. Assim, sua bilheteria ao redor do mundo é de US$ 390.9 milhões. A maior parte desse valor acumulado vem do mercado chinês, onde a arrecadação até esse fim de semana foi de incríveis US$ 177.4 milhões. O segundo lugar de destaque no mercado internacional fica com o México (US$ 16.2 milhões), seguido por Austrália (US$ 15.8 milhões).

Vale lembrar que a grande briga entre Godzilla e King Kong estreou em simultâneo nas salas de cinema e na HBO Max nos EUA, sem taxa adicional. Da mesma forma como nos cinemas, a recepção no serviço de streaming da WarnerMedia também foi positivo uma vez que a produção tornou-se a maior estreia da plataforma. Confira aqui!

Godzilla vs. Kong teve sua estreia adiada para o dia 29 de abril aqui no Brasil.

Leia a nossa crítica!


O filme Anônimo, com Bob Odenkirk, ocupou a segunda posição.
Anônimo (Universal Pictures – 2021)

Mais uma vez, o longa Anônimo (Ilya Naishuller, 2021) ficou em segundo lugar na bilheteria nos EUA. Estrelado por Bob Odenkirk, o filme faturou US$ 2.5 milhões em sua quarta semana em cartaz nos EUA, o que representa uma queda de 4,8% em relação à semana passada.

No mercado interno, o longa, distribuído pela Universal Pictures, teve a exibição em 2.405 salas de cinema e, desse modo, sua bilheteria interna superou a marca de US$ 19 milhões. Enquanto que no mercado externo, faturou US$ 15.4 milhões até o momento. Nesse sentido, os destaques são Rússia (US$ 2.9 milhões), Austrália (US$ 2.3 milhões) e Emirados Árabes Unidos (US$ 1.1 milhão). Assim, a bilheteria ao redor do mundo é de cerca de US$ 34.4 milhões.

Anônimo tem previsão para estrear aqui no Brasil no dia 13 de maio.


Rogai Por Nós ficou em terceiro lugar na bilheteria nos EUA.
Rogai Por Nós (Sony Pictures – 2021)

O terceiro colocado do fim de semana foi Rogai Por Nós (Evan Spiliotopoulos, 2021). O terror, estrelado por Jeffrey Dean Morgan, conta a história de um jornalista em decadência, que descobre uma forma de tentar resgatar sua carreira. Dessa forma, ele viaja à Inglaterra para investigar o caso de um milagre, associado a uma suposta visita da Virgem Maria. No entanto, fenômenos sinistros começam a acontecer com o jornalista.

O longa da produtora e distribuidora, Sony Pictures, teve uma queda de 14,2% em relação à semana anterior. Desse modo, faturou US$ 2.1 milhões em seu terceiro fim de semana em cartaz, por meio de 2.057 salas de cinema. Ainda mais, arrecadou US$ 447.8 mil internacionalmente, uma vez que estreou apenas no Vietnã por enquanto.

Portanto, sua bilheteria ao redor do mundo é de pouco mais que US$ 10 milhões, na qual 95,5% corresponde à arrecadação nos EUA. Rogai Por Nós tem previsão para estrear no dia 20 de maio nos cinemas brasileiros.


Raya e o Último Dragão ficou em quarto lugar na bilheteria nos EUA.
Raya e o Último Dragão (Walt Disney Studios – 2021)

A animação da DisneyRaya e o Último Dragão (Carlos López Estrada e Don Hall, 2021), ficou com a quarta posição. Em sua sétima semana em cartaz, a produção arrecadou US$ 1.9 milhão nos EUA, o que representa uma queda de 13,7% em relação à semana passada. Sua exibição está acontecendo em 1.945 salas de cinema ao redor do país. O filme estreou no dia 5 de março de modo simultâneo nos cinemas e no serviço de streaming Disney Plus, com um valor adicional de 30 dólares.

No mercado doméstico, a animação já faturou um total de US$ 37.6 milhões. Ao passo que no mercado externo, o valor é de US$ 71.8 milhões, novamente com destaque para o mercado chinês (US$ 19.4 milhões até o momento). Outros países nos quais a animação tem apresentado bons resultados da bilheteria são Noruega (US$ 12.2 milhões) e Rússia (US$ 12.1 milhões). Portanto, sua bilheteria ao redor do mundo é de US$ 109.5 milhões.

Aqui no Brasil, Raya e o Último Dragão estreou nos cinemas no dia 4 de março.


Tom e Jerry: O Filme é o quinto colocado.
Tom e Jerry: O Filme (Warner Bros. Pictures – 2021)

O Top 5 do fim de semana da bilheteria nos EUA volta a ser encerrado com  (Tim Story, 2021). A produção faturou US$ 1.1 milhão em sua oitava semana em cartaz por meio de 2.028 salas de cinema ao redor dos EUA.

Apenas no mercado interno, sua arrecadação é de US$ 42.5 milhões. Já no mercado internacional, o valor é US$ 58.8 milhões, com destaques para a China (US$ 16.1 milhões) e Rússia (US$ 7.5 milhões). Ou seja, sua bilheteria ao redor do mundo é de US$ 101.3 milhões.

Tom e Jerry: O Filme estreou nos cinemas brasileiros no dia 18 de fevereiro.

Matéria via Box Office Mojo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.