BAFTA Awards 2021 | ‘Nomadland’ é o grande vencedor do Oscar Britânico; confira!

Nomadland é o grande vencedor do Bafta Awards 2021.

Foram anunciados os vencedores da 74ª edição do BAFTA Awards 2021, apelidado de Oscar Britânico. A premiação é realizada pela Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão (British Academy of Film and Television Arts). A cerimônia começou ontem (10) com os vencedores nas categorias técnicas. Hoje foi o dia das principais categorias, que teve como destaques os filmes Nomadland (4) e Bela Vingança (2).

A diretora Chloé Zhao conquistou mais uma vitória na temporada de premiações por seu trabalho de direção em Nomadland. Recentemente, ela foi premiada com o DGA Guild Awards 2021, o Sindicato de Diretores. Pelo mesmo filme, Frances McDormand faturou o Bafta de Melhor Atriz. Enquanto que Anthony Hopkins ficou com o prêmio na categoria Melhor Ator por Meu Pai (Florian Zeller, 2020).

Nas categorias de coadjuvantes, o Bafta seguiu aquilo que parece ser uma tendência para o Oscar 2021. Dessa forma, os vencedores foram Daniel Kaluuya (Judas e O Messias Negro) e Yuh-Jung Youn (Minari) como Melhor Ator Coadjuvante e Atriz Coadjuvante respectivamente. Recentemente, eles ganharam o SAG Awards 2021, um dos principais termômetros para a estatueta dourada.

O homenageado desse ano foi o cineasta Ang Lee, que recebeu o BAFTA Fellowship por seus trabalhos como  O Tigre e o Dragão (2000), O Segredo de Brokeback Mountain (2005) e As Aventuras de Pi (2012). Ele já conseguiu incríveis 10 indicações ao Bafta e ganhou 4 vezes.

Confira abaixo a relação completa dos vencedores do BAFTA Awards 2021:

MELHOR FILME
Meu Pai
The Mauritanian
Nomadland
Bela Vingança
Os 7 de Chicago

MELHOR FILME BRITÂNICO
Calm With Horses
A Escavação
Meu Pai
His House
Limbo
The Mauritanian
Mogul Mowgli
Bela Vingança
Rocks
Saint Maud

MELHOR DIREÇÃO
Thomas Vinterberg, por Druk
Shannon Murphy, por Babyteeth
Lee Isaac Chung, por Minari
Chloé Zhao, por Nomadland
Jasmila Žbanić, por Quo Vadis, Aida?
Sarah Gavron, por Rocks

MELHOR ESTREIA DE UM ROTEIRISTA, DIRETOR OU PRODUTOR BRITÂNICO
His House – Remi Weekes (Roteirista/Diretor)
Limbo – Ben Sharrock (Roteirista/Diretor), Irune Gurtubai (Produtor) [também produzido por Angus Lamont]
Moffie – Jack Sidey (Roteirista/Produtor) [também escrito por Oliver Hermanus e produzido por Eric Abraham]
Rocks – Theresa Ikoko e Claire Wilson (Roteiristas)
Saint Maud – Rose Glass (Roteirista/Diretor), Oliver Kassman (Produtor) [também produzido por Andrea Cornwell]

MELHOR FILME ESTRANGEIRO (LÍNGUA NÃO-INGLESA)
Druk (Dinamarca)
Dear Comrades! (Rússia)
Os Miseráveis (França)
Minari (EUA/Coreia do Sul)
Quo Vadis, Aida? (Bósnia e Herzegovina)

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Collective
David Attenborough e Nosso Planeta
The Dissident
Professor Polvo
O Dilema das Redes

MELHOR ANIMAÇÃO
Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica
Soul
Wolfwalkers

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Druk
Mank
Bela Vingança
Rocks
Os 7 de Chicago

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
A Escavação
Meu Pai
The Mauritanian
Nomadland
O Tigre Branco

MELHOR ATRIZ
Bukky Bakray, por Rocks
Radha Blank, por The Forty-Year-Old Version
Vanessa Kirby, por Pieces of a Woman
Frances McDormand, por Nomadland
Wunmi Mosaku, por His House
Alfre Woodard, por Clemency

MELHOR ATOR
Riz Ahmed, por O Som do Silêncio
Chadwick Boseman, por A Voz Suprema do Blues
Adarsh Gourav, por O Tigre Branco
Anthony Hopkins, por Meu Pai
Mads Mikkelsen, por Druk
Tahar Rahim, por The Mauritanian

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Niamh Algar, por Calm With Horses
Kosar Ali, por Rocks
Maria Bakalova, por Borat: Fita de Cinema Seguinte
Dominique Fishback, por Judas e O Messias Negro
Ashley Madekwe, por County Lines
Yuh-Jung Youn, por Minari

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Daniel Kaluuya, por Judas e O Messias Negro
Barry Keoghan, por Calm With Horses
Alan Kim, por Minari
Leslie Odom Jr., por One Night in Miami…
Clarke Peters, por Destacamento Blood
Paul Raci, por O Som do Silêncio

MELHOR TRILHA SONORA
Mank
Minari
Relatos do Mundo
Bela Vingança
Soul

MELHOR DIRETOR DE ELENCO
Shaheen Baig, por Calm With Horses
Alexa L. Fogel, por Judas e O Messias Negro
Julia Kim, por Minari
Lindsay Graham Ahanonu e Mary Vernieu, por Bela Vingança
Lucy Pardee, por Rocks

MELHOR FOTOGRAFIA
Judas e O Messias Negro
Mank
The Mauritanian
Relatos do Mundo
Nomadland

MELHOR EDIÇÃO
Meu Pai
Nomadland
Bela Vingança
O Som do Silêncio
Os 7 de Chicago

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
A Escavação
Meu Pai
Mank
Relatos do Mundo
Rebecca

MELHOR FIGURINO
Ammonite
A Escavação
Emma
A Voz Suprema do Blues
Mank

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
A Escavação
Era Uma Vez um Sonho
A Voz Suprema do Blues
Mank
Pinóquio

MELHOR SOM
Greyhound
Relatos do Mundo
Nomadland
Soul
O Som do Silêncio

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Greyhound
O Céu da Meia-Noite
Mulan
The One and Only Ivan
Tenet

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMADO BRITÂNICO
The Fire Next Time
The Owl and The Pussycat
The Song of A Lost Boy

MELHOR CURTA-METRAGEM BRITÂNICO
Eyelash
Lizard
Lucky Break
Miss Curvy
The Present

PRÊMIO ESTRELA EM ASCENSÃO
Bukky Bakray
Kingsley Ben-Adir
Morfydd Clark
Ṣọpẹ́ Dirisu
Conrad Khan

Matéria via site oficial do Bafta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.