Oscar 2021 | Confira aqui algumas curiosidades da 93ª edição do prêmio!

Confira algumas curiosidades na lista de indicados ao Oscar 2021.

Foram anunciados os indicados ao Oscar 2021! Como sempre a lista teve algumas marcas alcançadas ou algumas “primeiras vezes”. Dessa forma, confira aqui as principais curiosidades da 93ª edição do prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

1) Melhor Direção

A categoria Melhor Direção talvez seja uma das mais marcantes da lista de indicados ao Oscar 2021. Começando que pela primeira vez na história (93 anos!!!) duas mulheres foram indicadas à categoria. Tratam-se de Emerald Fennell, por Bela Vingança, e Chloé Zhao, por Nomadland.

O diretor dinamarquês, Thomas Vinterberg, surpreendeu muita gente ao conquistar uma indicação na categoria por Druk. Além disso, Lee Isaac Chung também se destacou ao tornar-se o primeiro asiático-americano a ser indicado ao Oscar por seu trabalho em Minari.

2) Chloé Zhao

Chloé Zhao recebeu sua primeira indicação ao Oscar.
Chloé Zhao, diretora de Nomadland

Precisamos falar mais sobre Chloé Zhao! Além da indicação a Melhor Direção, Chloé também foi indicada a Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Edição. Dessa forma, ela tornou-se a mulher que recebeu o maior número de indicações num mesmo ano. Além disso vale a pena destacar que ela dirigiu Os Eternos, um dos próximos lançamentos do Universo Cinematográfico da Marvel.

3) Melhor Atriz

Outra importante categoria do Oscar 2021 é Melhor Atriz. Um dos motivos para isso é o fato de 2 mulheres negras terem sido indicadas num mesmo ano. Tratam-se de Viola Davis, por A Voz Suprema do Blues, e Andra Day, por Estados Unidos vs. Billie Holiday. Isso havia acontecido apenas na edição de 1973 com as atrizes Diana Ross, por O Ocaso de Uma Estrela, e Cicely Tyson, por Lágrimas de Esperança. No entanto, elas duas perderam para Liza Minelli, por Cabaret.

Coincidentemente, Diana Ross também interpretava a cantora Billie Holiday, assim como Andra Day.

4) Viola Davis

Viola Davis quebra um recorde com o Oscar 2021
Viola Davis em A Voz Suprema do Blues (2020) – Netflix

Viola Davis com A Voz Suprema do Blues tornou-se a atriz negra mais indicada na história do Oscar. Primeiramente, ela foi indicada a Melhor Atriz Coadjuvante por A Dúvida em 2009. No ano de 2012, Viola recebeu uma indicação a Melhor Atriz por Histórias Cruzadas. No entanto, sua primeira vitória foi pelo filme Um Limite Entre Nós em 2017, na categoria Melhor Atriz Coadjuvante.

5) Yuh-Jung Youn

Yuh-Jung Youn é a primeira atriz sul-coreana indicada ao Oscar
Minari (2020) – Galeria Distribuidora

Minari foi mais um filme que conseguiu superar algumas barreiras na premiação. Após a polêmica envolvendo o Globo de Ouro 2021, a produção, dirigida por Lee Isaac Chung, chegou com força ao Oscar (6 indicações). Isso com destaque para Yuh-Jung Youn, indicada à Melhor Atriz Coadjuvante, tornando-se a primeira atriz sul-coreana a concorrer pela estatueta dourada.

6) Steve Yeun

Steven Yeun foi indicado à categoria Melhor Ator
Steven Yeun em Minari (2020) – Galeria Distribuidora

Ainda comentando sobre Minari, o protagonista Steve Yeun, ao ser indicado à categoria Melhor Ator, tornou-se o primeiro ator asiático-americano a concorrer ao Oscar.

7) Sacha Baron Cohen

Borat: Fita de Cinema Seguinte foi um dos destaques do Oscar 2021.
Borat: Fita de Cinema Seguinte (2020) – Amazon Studios

O ator Sacha Baron Cohen foi um dos destaques do Oscar 2021 ao receber duas indicações: Melhor Ator Coadjuvante (Os 7 de Chicago) e Melhor Roteiro Adaptado (Borat: Fita de Cinema Seguinte). No ano passado, algo semelhante aconteceu com a atriz Scarlett Johansson — indicada à Melhor Atriz (História de Um Casamento) e Melhor Atriz Coadjuvante (Jojo Rabbit). Porém eles não foram os únicos na história da premiação.

Dessa forma, Sacha chegou a três indicações ao Oscar. Vale lembrar que sua primeira vez foi em 2007 na categoria Melhor Roteiro Adaptado por Borat.

8) Borat: Fita de Cinema Seguinte

Ainda sobre o personagem de Sacha Baron Cohen, a franquia de Borat foi uma das duas a terem os seus dois primeiros filmes indicados a categoria Melhor Roteiro Adaptado no Oscar. A primeira? O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola.

9) Frances McDormand

Frances McDormand recebeu duas indicações à premiação
Nomadland (2020) – Searchlight Pictures

A duas vezes vencedora do Oscar, Frances McDormand tornou-se a primeira mulher a ser indicada tanto a Melhor Filme quanto a Melhor Atriz, isso pelo filme Nomadland. Sua primeira vitória na premiação da Academia foi em 1997 pelo filme Fargo: Uma Comédia de Erros, dos irmãos Joel e Ethan Coen. Frances só voltou a ganhar outra estatueta em 2018 por seu trabalho em Três Anúncios Para Um Crime, de Martin McDonagh.

10) Riz Ahmed

O Som do Silêncio recebeu seis indicações ao Oscar 2021.
O Som do Silêncio (2020) – Amazon Studios

Riz Ahmed, que atuou em filmes como O Abutre Rogue One: Uma História Star Wars, recebeu sua primeira indicação ao Oscar. Dessa forma, ele tornou-se a primeira pessoa de origem muçulmana a ser indicada à categoria Melhor Ator. Anteriormente, outro ator muçulmano já tinha feito história no Oscar, mas na categoria Melhor Ator Coadjuvante. Trata-se de Mahershala Ali, que venceu nos anos 2017 (Moonlight: Sob A Luz do Luar) e 2019 (Green Book: O Guia).

11) Feeling Through

Feeling Through faz história no Oscar.
Cena do curta Feeling Through

Indicado à categoria Melhor Curta-Metragem em Live Action, Feeling Through, de Doug Roland, é o primeiro filme a ter um ator cego e surdo como protagonista. Um feito histórico portanto.

12) Judas e O Messias Negro

Judas e O Messias Negro recebeu 6 indicações ao Oscar 2021.
Judas e o Messias Negro (2021) – Warner Bros.

Uma das maiores surpresas do Oscar 2021Judas e o Messias Negro, de Shaka King, recebeu 6 indicações, incluindo Melhor Filme. Dessa forma, fez história ao tornar-se o primeiro filme com todos os produtores negros indicado à categoria principal. Além de Shaka, Ryan Coogler Charles D. King completam a lista de produtores.

Vale a pena destacar que pela primeira vez na história 3 dos 5 indicados à categoria Melhor Ator Coadjuvante são negros. Além de Daniel Kaluuya e Lakeith Stanfield, Leslie Odom Jr. também foi indicado por One Night in Miami…

13) Glenn Close

Glenn Close conseguiu um feito inesperado nessa temporada de premiações.
Glenn Close

A atriz Glenn Close recebeu a sua oitava indicação ao Oscar. Dessa vez na categoria Melhor Atriz Coadjuvante por Era Uma Vez Um Sonho, de Ron Howard. O filme foi lançado em cima do começo da temporada de premiações, justamente com o objetivo de ser indicado ao Oscar. No entanto, ele acabou dividindo opiniões, chegando, inclusive, a ser indicado ao Framboesa de Ouro 2021 recentemente. Nesse sentido, vale o destaque para Close, que entrou para a curta lista de atores que foram indicadas ao Oscar e ao Framboesa pelo mesmo papel.

14) Estúdios Mais Indicados ao Oscar 2021

Confira aqui a ordem dos estúdios com múltiplas indicações ao Oscar 2021:

  • Netflix – 35
  • Amazon: 12
  • Walt Disney: 8
  • Warner Bros.: 8
  • Focus Features: 7
  • A24: 6
  • Searchlight: 6
  • Sony Pictures Classics: 6
  • Universal: 4
  • Samuel Goldwyn: 3
  • Apple: 2
  • Magnolia: 2
  • New York Times: 2
  • Paramount/MTV: 2
  • Roadside Attractions: 2

Em relação à Netflix, vale a pena destacar as produções Mank (10), Os 7 de Chicago (6), A Voz Suprema do Blues (5), Pieces of a Woman (1), Era Uma Vez Um Sonho (2), O Tigre Branco (1), A Caminho da Lua (1), Shaun, o Carneiro, o Filme: A Fazenda Contra-Ataca (1), If Anything Happens I Love You (1), Relatos do Mundo (4), Crip Camp: Revolução Pela Inclusão (1), Professor Polvo (1), Festival Eurovision da  Canção (1), Rosa e Momo (1), Amor e Monstros (1) e O Céu da Meia-Noite (1).

Referência para a lista de estúdios indicados: Omelete.

Confira aqui quais foram os esnobados e as surpresas na premiação!

A cerimônia do Oscar 2021 será realizada no dia 25 de abril.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.