CIFF 2020 | ‘Suor’ é o grande vencedor do Festival de Chicago; confira a lista completa de vencedores

Com o encerramento do  56º Chicago International Film Festival que ocorreu através de exibições virtuais e drive-in durante os dias 14 a 25 de outubro de 2020, chega-se a hora de saber quais os filmes da completa lista de mais de 50 longas e nove curtas-metragens foram agraciados sendo os favoritos do júri e audiência do festival.

Esse ano, o festival de cinema competitivo mais antigo da América do Norte teve cobertura completa do Quarta Parede POP e é possível acessar todas as nossas críticas aqui.

Confira abaixo quais filmes foram premiados no CIFF 2020:

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

GOLD HUGO (MELHOR FILME)
Suor (Sweat), de Magnus von Horn (Polônia, Suécia) 

SILVER HUGO: PRÊMIO DO JÚRI
Careless Crime, de Shahram Mokri (Irã) 

SILVER HUGO: MELHOR DIRETOR
Dear Comrades!, de Andrei Konchalovsky (Rússia) 

SILVER HUGO: MELHOR PERFORMANCE
Yakusho Koji em Under the Open Sky, de Miwa Nishikawa (Japão) 

SILVER HUGO: MELHOR PERFORMANCE DE ELENCO
Mala Emde, Noah Saavedra, Tonio Schneider, Luisa-Céline Gaffron e Andreas Lust em And Tomorrow the Entire World, de Julia von Heinz (Alemanha) 

SILVER HUGO: MELHOR FOTOGRAFIA
Tobie Marier Robitaille por Night of the Kings, de Philippe Lacôte (Costa do Marfim, França, Canadá, Senegal) 

SILVER HUGO: MELHOR ROTEIRO
Christos Nikou, Stavros Raptis por Apples, de Christos Nikou (Grécia) 

SILVER HUGO: MELHOR SOM
Pierre-Jules Audet, Emmanuel Croset por Night of the Kings, de Philippe Lacôte (Costa do Marfim, França, Canadá, Senegal) 

SILVER HUGO: MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Jagna Dobesz por Suor (Sweat), de Magnus von Horn (Polônia, Suécia) 

COMPETIÇÃO NOVOS DIRETORES 

GOLD HUGO
Lili Horvat por Preparations to Be Together for an Unknown Period of Time (Hungria) 

SILVER HUGO
Ignacio Márquez por The Special (Venezuela, EUA)

ROGER EBERT AWARD 
João Paulo Miranda Maria por Casa de Antiguidades (Brasil, França) 

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL DE DOCUMENTÁRIO 

GOLD HUGO
Things We Dare Not Do, de Bruno Santamaría (México) 

SILVER HUGO
Little Girlde Sébastien Lifshitz (França)  

COMPETIÇÃO OUT-LOOK (FORA DO OLHAR) 

GOLD Q-HUGO
Things We Dare Not Do, de Bruno Santamaría (México) 

SILVER HUGO
Dias, de Tsai Ming-Liang (Taiwan) 

COMPETIÇÃO CIDADE & ESTADO 

CHICAGO AWARD
Patois, de Andre Muir e Daneille Alston (EUA)

COMPETIÇÃO CURTA-METRAGEM  

GOLD HUGO
The End of Suffering (a proposal), de Jacqueline Lentzou (Grécia) 

SILVER HUGO
Gramercy, de Jamil McGinnis e Pat Heywood (EUA) 

COMPETIÇÃO DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM 

GOLD HUGO
We Have One Heart, de Katarzyna Warzecha (Polônia) 

SILVER HUGO
How to Disappear, de Robin Klengel, Leonhard Müllner e Michael Stumpf (Austria) 

COMPETIÇÃO ANIMAÇÃO EM CURTA-METRAGEM 

GOLD HUGO
Tie, de Alexandra Ramires (Portugal, França) 

SILVER HUGO
Step Into the River, de Weijia Ma (China, França) 

PRÊMIO DA AUDIÊNCIA

MELHOR FILME
Nomadland, de Chloé Zhao (EUA) 

MELHOR FILME INTERNACIONAL
Under the Open Sky, de Nishikawa Miwa (Japão) 

MELHOR DOCUMENTÁRIO
The Road Up, de Greg Jacobs & Jon Siskel (EUA) 

MELHOR CURTA-METRAGEM
To: Gerard, de Taylor Meacham (EUA) 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Estudante de psicologia e fascinada pelo audiovisual. Acredita que o cinema seja uma arte de teor político que dá voz a quem não é ouvido. Gosta de conhecer novas culturas e acredita que o cinema seja a melhor forma para isso, expandindo assim a visão de mundo dentro se sua limitada realidade.