Quino, criador da personagem Mafalda, morre aos 88 anos

O cartunista Quino, criador da personagem Mafalda, morreu aos 88 anos.

Morreu hoje aos 88 anos o cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado Tejón, mais conhecido como Quino. Um de seus trabalhos mais famosos foi a personagem Mafalda. De acordo com a imprensa argentina, ele sofreu um AVC nos últimos dias, mas a causa da morte ainda não foi revelada. Via G1.

Quino nasceu em Mendoza, na Argentina, em 1932. Desde pequeno, ele aprendeu com seu tio desenhista — e de mesmo nome — a apreciar a arte. Já adulto, o futuro cartunista ingressou na Faculdade de Belas Artes. No entanto, em 1949, abandonou os estudos na instituição, após a morte dos pais, a fim de seguir o seu sonho de se tornar autor de história em quadrinhos.

Assim, conseguiu sua primeira publicação em 1954 na revista Esto Es. A partir disso, o autor seguiu publicando em outras revistas argentinas, como LeoplánVea y Lea, Diario Democracia, entre outras. Mas começou a publicar constantemente na Rico Tipo e na revista satírica Tía Vicenta.

Mafalda: A Criação de Quino

Seu primeiro livro, Mundo Quino, foi publicado em 1963. Isso faz com que o cartunista comece a ganhar mais destaque. Dessa forma, ele começa a trabalhar como desenhista publicitário.

Em 1962, Quino cria a personagem Mafalda, uma menina esperta, questionadora e com senso crítico aguçado. Ela seria uma peça para uma campanha no jornal Clarín, mas não foi aceita. Mais de 1900 tiras foram publicadas entre os anos 1964 e 1973. Por esse trabalho, o criador chegou a ser convidado pela UNICEF para elaborar uma ilustração da Edição Internacional da campanha da Declaração dos Direitos da Criança.

As histórias sobre a Mafalda foram traduzidas em mais de 30 idiomas. Ou seja, a personagem ficou conhecida no mundo todo. Quino decidiu parar as publicações em 1973.

A Repercussão

Algumas personalidades se manifestaram sobre a morte de Quino. Confira abaixo:

O escritor espanhol, Fernando Aramburu, fez a seguinte publicação no Twitter:

“Eles ficaram órfãos.”

O cartunista Carlos Latuff também fez um comentário pelo Twitter:

O cantor e rapper Emicida fez uma homenagem ao cartunista através de uma foto com alguns livros de Quino.

Até mesmo o ator mexicano Édgar Vivar (o Senhor Barriga do programa Chaves), se manifestou: “Tchau QUINO… sua linda Mafalda será eterna. Boa viagem.”

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.