Ray Fisher aponta que o retorno de Ben Affleck foi usado como distração para as denúncias de comportamento abusivo

Ray Fisher acusa a Warner Bros de usar o anúncio do retorno de Ben Affleck ao papel do Batman para tirar atenção dos casos de comportamento abusivo.

Segundo o site Omelete, Ray Fisher acusou a Warner Bros. de anunciar o retorno de Ben Affleck ao papel de Batman como uma distração para as denúncias de comportamento abusivo. Os envolvidos no caso são Joss Whedon (diretor de Liga da Justiça) e os produtores Geoff Johns Jon Berg.

Em uma publicação no Twitter, Ray Fisher apontou que o anúncio sobre Ben deveria ter sido realizado no evento DC FanDome. No entanto, a divulgação foi adiantada. Confira a postagem abaixo:

“Infelizmente o anúncio falso de Frosty com Jason não foi a única tática de relações públicas usada para distrair da séria situação de Liga da Justiça. O retorno de Ben como Batman claramente deveria ser revelada no DC FanDome. Dou a vocês uma chance para adivinhar o motivo de a Warner Bros. ter queimado a largada”.

Anteriormente, Jason Momoa também tinha levantado a suspeita de que o estúdio o usou para tirar o foco das denúncias. Trata-se do episódio em que o protagonista de Aquaman foi anunciado no elenco do filme Frosty: O Boneco de Neve. De acordo com o ator, “coisas sérias aconteceram. Isso precisa ser investigado e as pessoas precisam ser responsabilizadas.”

Relembre as acusações feitas por Ray Fisher

No início do mês, Fisher compartilhou um vídeo dele, elogiando Whedon na Comic-Con em 2017. Na época, ele falou: “Joss é um cara legal e Zack escolheu uma boa pessoa para entrar e terminar o filme dele”. Porém num tweet, ele afirmou que gostaria de retirar o que disse, em suas palavras, “cada parte deste momento”.

Em seguida, Ray Fisher escreveu em sua rede social o que sentiu a trabalhar com Whedon. “O tratamento [do diretor] do elenco e da equipe  no set  de Liga da Justiça foi grosseiro, abusivo, não profissional e completamente inaceitável”. Além disso, o ator reforçou que Whedon “foi autorizado, de várias maneiras, pelos produtores Geoff Johns e Jon Berg”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.