Better Call Saul | Última temporada irá mudar a visão do público sobre ‘Breaking Bad’, diz showrunner

Em entrevista ao THR, Peter Gould, showrunner de Better Call Saul, falou sobre a conexão da última temporada do seriado com Breaking Bad. Segundo o também produtor, e roteirista de ambas as séries, os programas são parte um do outro, mas esclarece que sem a série de origem, não haveria como sustentar a história de Jimmy McGill:

Quando assisti ao programa, mudei de perspectiva para frente e para trás. Na maioria das vezes, estou apenas conduzindo o programa em seus próprios termos, e pensando sobre o que Jimmy, Kim, Nacho e o que Mike querem, e o que está acontecendo com eles. Mas então, de vez em quando, dou um passo para trás e digo: “Oh, bem, eu sei onde Mike vai parar.” E isso me deixa muito triste.”

Para Gould, o processo de criação do drama indicado ao Emmy de melhor série em 2020 pela quinta vez, coloca a série em uma perspectiva diferente. “Eu não acho que nosso programa existiria sem Breaking Bad . Eu não acho que teríamos pensado nisso sem ter Breaking Bad primeiro”, afirma Gould, que revela: “ninguém teria comprado ou feito o programa se não tivéssemos feito Breaking Bad primeiro.”

O produtor também é enfático em afirmar que as séries se relacionam muito bem entre si, mas que a história de Walter White é o ponto de partida para acompanhar toda a trama de Albuquerque. “Eu acho que existe um mundo onde apenas Breaking Bad existe por si só, mas eu não acho que existe um mundo onde Better Call Saul existe apenas por si mesmo”, diz Gould.

Confira a nossa crítica da 5ª temporada de Better Call Saul

Os finais em aberto em Better Call Saul

Uma das dúvidas que os fãs de Breaking Bad e Better Call Saul costumam ter é sobre o destino dos personagens que conhecemos no prequel que estreou em 2015. Kim, Howard, Nacho, Lalo, e até o próprio Jimmy em sua versão como Gene, têm seus desfechos em aberto, ao contrário dos destinos já conhecidos de outros como Mike, Gus e Hector Salamanca. Sobre isso, Peter Gould esclarece que o maior desafio é manter o nexo da história e fundir os universos das série em um só:

Existem personagens como Kim Wexler, cujos destinos estão bem abertos. E também há personagens como Jimmy McGill, sabemos muito especificamente o que ele estava fazendo, ou pelo menos o que fazia quando Walter White estava por perto. Então, sim, há muitas limitações. Existem muitas obrigações. De certa forma, essa é a diversão. De certa forma, a diversão disso é tentar fazer tudo se encaixar e fazer com que Better Call Saul tenha sua própria história e que faça sentido por si só, e ainda meio que criar um cenário em torno de Breaking Bad.”

Porém, Gould alerta que a visão sobre a obra original será substancialmente afetada após o término da história dos primeiros (e quem sabe últimos) dias de Jimmy McGill como Saul Goodman:

Eu acho que quando você terminar de assistir Better Call Saul, verá Breaking Bad sob uma ótica muito diferente. Acho que vamos aprender coisas sobre os personagens de Breaking Bad que não sabíamos. Vamos aprender coisas sobre os eventos de Breaking Bad que não sabíamos. E vamos aprender coisas sobre o destino de muitos desses personagens que podem surpreender as pessoas ou certamente colocá-los sob uma luz diferente.”

Apesar das dificuldade em conectar histórias tão complexas, Gould, que celebra o retorno de Vince Gilligan à sala de roteiristas – o criador de Breaking Bad não participava dos roteiros da série desde o terceiro ano de Better Call Saul –, tem esperança de que tudo possa fazer sentido no final. “Acho que começamos em 2007, então são 13 anos de trabalho minucioso, que tudo tem que se encaixar como um quebra-cabeça perfeito. Não sei se tudo vai ficar absolutamente uniforme. Eu espero que sim. Faremos o possível”.

A sexta e última temporada de Better Call Saul terá 13 episódios, e deve ser exibida em 2021. O anúncio foi feito pelo showrunner Peter Gould e pelo co-criador Vince Gilligan, durante o painel da série no Television Critics Association, em janeiro.

Atualmente, os roteiristas estão escrevendo os roteiros da série via Zoom, por causa das limitações impostas pela pandemia do coronavírus. As filmagens ainda não têm data para acontecer.

As cinco primeiras temporadas de Better Call Saul estão disponíveis na Netflix, enquanto a sexta temporada será a última da série. O serviço de streaming possui todas as temporadas de Breaking Bad em seu catálogo, além do filme El Camino – Um Filme de Breaking Bad, que narra eventos que acontecem após o fim do seriado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...