Eleita a primeira mulher para a direção da Associação Brasileira De Cinematografia

A técnica de som, professora e pesquisadora Tide Borges, é a primeira mulher a assumir a presidência da Associação Brasileira de Cinematografia. Além disso, também é a primeira vez na história da associação que uma profissional que não atua na direção de fotografia encabeça a Diretoria da ABC.

No ano em que a associação completa 20 anos, a eleição para a diretoria que conduzirá os próximos dois anos – de julho de 2020 a junho de 2022 – contou com a participação de duas chapas, ambas com candidatas mulheres para o cargo de presidenta e com o objetivo, entre outras propostas, de ampliar a pluralidade da ABC, tanto entre seus sócios e sócias quanto em sua atuação como associação. Este tema aparece como um dos mais importantes para a gestão da ABC dos próximos dois anos.

A Chapa ABC+ organizou suas propostas em três eixos centrais: unir, compartilhar e incluir. Unir mais os associados e associadas, descentralizando a atuação da ABC a partir da criação de Grupos de Trabalho locais e por atividade, que dialoguem para o desenvolvimento e produção de ações da associação. Compartilhar mais, em que se buscará aprimorar os canais de comunicação entre a diretoria e os sócios e sócias; ampliar os eventos e as atividades de formação, como as Master Classes e Sessões ABC; se aproximar de outas entidades como sindicados, associações e coletivos, e visibilizar mais os trabalhos dos associados e associadas. Incluir mais, através de ações que incentivem a entrada de novos sócios e sócias, com especial atenção àquelas atividades que têm menos representatividade na ABC, bem como de estudantes e professores(as), além de construir políticas de inclusão que tornem a ABC mais plural em relação a gênero, raça e região.

Nesses 20 anos, a Diretoria que toma posse hoje também é a mais equitativa em relação ao gênero e a que contém o maior número de representantes de diferentes áreas da cinematografia em seu Conselho. Diferente da maioria das associações voltada à cinematografia no mundo, a ABC tem a característica de não reunir apenas diretores e diretoras de fotografia, mas também profissionais de todas as áreas técnicas, como arte, som e pós-produção.

Além da Tide na presidência, a Diretoria é composta pelo diretor de fotografia Jacques Cheuiche, ABC como vice-presidente, pela diretora de fotografia Fernanda Tanaka, DAFB como diretora secretária e pelo diretor de arte Marcos Carvalheiro, ABC como diretor tesoureiro.

Já o Conselho é composto por Adriano Goldman, ASC, BSC, ABC (diretor de fotografia); Diana Vasconcellos, ABC (editora); Frederico Pinto, ABC (diretor de arte); Llano (diretor de fotografia), Marcelo Corpanni, ABC (diretor de fotografia); Maria Muricy, ABC (editora de som); Marghe Pennacchi (diretora de arte); Miriam Biderman, ABC (supervisora de som), Mustapha Barat, ABC (diretor de fotografia); Paulo M. de Andrade (colorista), Pedro von Krüger (diretor de fotografia) e Silvia Gangemi (diretora de fotografia).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Natalí Alencar

Jornalista com experiência em redação para Revistas Especializadas e produção de conteúdo para websites, redes sociais e roteiros para vídeos. Tudo com foco em cinema. Apaixonada pela sétima arte!