Confira as mostras e festivais online que celebram o cinema brasileiro

Com a pandemia do coronavírus, fica difícil comemorar o aniversário do Cinema Brasileiro (19/06) com os cinemas fechados. Entretanto, com as telonas impedidas de receberem o público, vários eventos do audiovisual estão sendo feitos de forma online, possibilitando assim não apenas a disseminação desses filmes, como também facilitando o seu acesso.

Assim, o Quarta Parede Pop separou para você uma lista do que há de melhor no cinema nacional atualmente, com indicações de grandes festivais e mostras online gratuitas que estão ocorrendo por todo o Brasil, além de indicações também de filme.

• Festival Itaú de Cinema Online (19 a 28 de junho)

O único festival pago da lista é o Festival Itaú de Cinema Online. O Espaço Itaú de Cinema, em parceria com Itaú Unibanco, traz de 19 a 28 de junho o seu primeiro festival online, com pré-estreias inéditas de 19 títulos, reforçando o incentivo ao cinema nacional e independente.

Cada filme ficará disponível por 48 horas, com acessos limitados, por apenas R$ 10,00 e 20% do valor arrecadado será destinado à APRO (Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais). De 19 a 20 de junho, em celebração ao Dia do Cinema Brasileiro, o filme ‘Piedade’, de Claudio Assis, estrelado por Fernanda MontenegroIrandhir Santos, Matheus Nachtergaele e Cauã Reymond, terá acesso GRATUITO. Os filmes serão liberados nas suas respectivas datas, conforme programação no site, além disso, para ter acesso aos filmes é necessário ter cadastro na plataforma Looke. 

– Confira a programação completa no site: https://www.itaucinemas.com.br/espacoitauplay/
– Indicação do Quarta Parede Pop: O filme vencedor de 8 kikitos, Pacarrete, de Allan Deberton;
– Sinopse: Pacarrete (Marcélia Cartaxo) é uma bailarina idosa, considerada louca, que vive em Russas, no Ceará, uma cidade do interior. Na véspera da festa de 200 anos da cidade, ela decide fazer uma apresentação de dança como presente para o povo. Mas parece que ninguém se importa.
– Data de exibição do filme: 25 e 26 de junho.

• Egbé – Mostra de Cinema Negro de Sergipe (5 a 21 de junho). 

Em sua quinta edição, a EGBE não deixou que o coronavírus paralisasse a programação do Festival. Em parceria com a VIDEOCAMP, a organização decidiu disponibilizar uma mostra retrospectiva com alguns dos filmes que já foram exibidos nesses anos de evento e comemorar os 5 anos de existência da EGBE. O objetivo da Mostra é abrir janelas para o cinema negro no estado de Sergipe, reforçando a autoestima preta das populações aonde o cinema sequer chega. A Egbé se tornou um espaço de aquilombamento e de encontros de cineastas negros e espectadores de várias partes do país. 

– Confira a programação do EGBÉ no site: https://www.videocamp.com/pt/playlists/egbe-mostra-de-cinema-negro-de-sergipe
– Indicação do Quarta Parede Pop: Deus, de Vinícius Silva 
– Sinopse de Deus: O cotidiano de uma mãe negra da periferia de São Paulo e sua influência divina sobre o filho. 

• Mostra Amorosa de Cinema On-Line (8 a 28 de junho).

O Itaú Cultural (IC) apresenta mais uma mostra de cinema on-line. Entretanto, dessa vez o tema da mostra é o amor romântico, assim, filmes que abordam a temática compõem a seleção. A Mostra Amorosa de Cinema On-Line reúne três curtas-metragens e um longa que contam histórias de paixão, separação, possessividade e luto que atravessam as relações. Os filmes ficarão disponíveis por tempo determinado, após o dia 28/06 os links serão desativados. 

– Confira a programação da Mostra Amorosa de Cinema Online no site: https://www.itaucultural.org.br/amor-romantico-tema-nova-mostra-online
– Indicação do Quarta Parede Pop: Tea For Two, de Julia Katharine.
– Sinopse de Tea For Two: Silvia é uma cineasta de meia-idade em crise com sua vida. Na mesma noite em que é surpreendida pela visita da ex-esposa, que a largou há alguns anos, conhece outra mulher que a fascina.

• Mostra Mulheres no Audiovisual (12 de junho a 13 de julho)

No Brasil, segundo a última pesquisa feita pela Ancine em 2016, as mulheres dirigiram apenas 19% dos filmes brasileiros lançados no ano e nenhuma mulher negra assinou a direção de um longa-metragem. Em roteiro as mulheres representam 15% e o maior percentual da participação feminina está na produção executiva com 39%, enquanto em direção de fotografia somente 5% do mercado. Assim, surge a Mostra Mulheres do Audiovisual, com o objetivo de dar luz as profissionais do setor, reconhecer seus talentos e ampliar o debate da importância de um espaço igualitário no mercado. 

– Confira a programação da Mostra Mulheres no Audiovisual no site: https://www.inffinito.com/account/mulheresdoaudiovisual
Indicação do Quarta Parede Pop: A Sombra do Pai, de Gabriela Amaral Almeida 
– Sinopse de A Sombra do Pai: Uma criança (Nina Medeiros) é obrigada a virar o adulto da casa porque seu pai (Julio Machado) está doente e, sua mãe, morta. Isso naturalmente cria uma inversão na ordem natural das coisas. A infância se transforma em saga, e a paternidade frustrada em condenação.
– Data de exibição do filme: 27 de junho; 09 de julho.

• AFROFLIX

AFROFLIX é uma plataforma, que, como o nome já diz, se assemelha a Netflix. Entretanto a Afroflix além de ser gratuita, possui uma característica em comum entre todas as suas obras, todas as produções possuem pelo menos uma área de atuação técnica/artística assinada por uma pessoa negra. Assim, filmes, séries, web séries, programas diversos, vlogs e clipes que são produzidos; escritos; dirigidos; ou protagonizados por pessoas negras. 

– Confira a programação da Afroflix no site: http://www.afroflix.com.br/
Indicação do Quarta Parede Pop: Quintal, de André Novais Oliveira
– Sinopse de Quintal: O filme retrata um dia na vida de um casal de idosos em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os pais do diretor são os atores principais deste curta. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Juliana Oliveira

Estudante de psicologia e fascinada pelo audiovisual. Acredita que o cinema seja uma arte de teor político que dá voz a quem não é ouvido. Gosta de conhecer novas culturas e acredita que o cinema seja a melhor forma para isso, expandindo assim a visão de mundo dentro se sua limitada realidade.