Space Force | Comédia espacial com Steve Carell, ganha trailer; conheça a nova série da Netflix

A Netflix divulgou o primeiro teaser trailer de Space Force, protagonizada por Steve Carell.

Na série, o general Mark R. Naird (Carell) é um piloto condecorado que sonha em comandar a Força Aérea, mas é surpreendido pela notícia de que vai liderar a mais nova divisão das Forças Armadas dos EUA: a Força Espacial. Cético e dedicado, Mark arrasta sua família para uma base remota no Colorado. É lá que ele e uma equipe de cientistas e “astronautas” recebem da Casa Branca a missão urgente de pisar (de novo) na lua e dominar totalmente o espaço.

Criada por Carell e Greg Daniels (The Office), Space Force é um novo tipo de comédia sobre o ambiente de trabalho, onde os riscos são altos,  e as ambições ainda mais. John Malkovich, Diana Silvers, Tawny Newsome e Ben Schwartz estão no elenco da série, que tem a participação especial de Lisa Kudrow, Jimmy O. Yang, Noah Emmerich, Alex Sparrow e Don Lake. A produção executiva é de Howard Klein/3Arts (The Office).

STEVE CARELL & GREG DANIELS FALAM SOBRE A CRIAÇÃO DE SPACE FORCE

“Space Force surgiu de maneira atípica. Netflix tinha essa premissa que achava que poderia render um programa engraçado – a ideia fez todo mundo rir numa reunião – uma ideia de programa sobre a origem de uma Força Espacial fictícia”, diz Steve Carell. “Não existia um programa, não havia uma ideia, além do título. Netflix perguntou: “você quer fazer uma série chamada Space Force?”  E eu imediatamente disse: “Bem, sim, claro. Isso parece ótimo”. E então eu liguei para Greg e disse:” Ei, você quer fazer uma série chamada Space Force?” E ele disse: “Sim, isso parece bom. Vamos fazer”.  E foi realmente baseado em nada, exceto neste nome que fez todo mundo rir”, completou o ator.

Sobre o processo criativo da série e como imaginaram o personagem principal, Daniels destaca o inusitado desenvolvimento das ideias: “Após a ligação, nós tivemos várias sessões criativas na casa de Steve, onde discutimos quem seria seu personagem, descrevendo-o, quais seriam as pressões sobre ele, e o que queríamos dizer sobre a noção de tornar o espaço mais militar. Nós percebemos que a história tinha visuais bonitos, qualidade mítica e ecoava alguns dos melhores momentos da América”, afirma o cocriador da série.

Outro ponto importante abordado por Daniels é o tom escolhido para a abordagem do tema. “ Tinha muito heroísmo e também um forte elemento satírico. De repente, todo mundo percebeu que havia riquezas na lua, e tínhamos que reivindicá-las. Parece que agora existe uma disputa para colonizar o espaço. O contraste entre isso e os primórdios e esperançosos dias da NASA, quando levar uma pessoa à lua era uma conquista para toda a humanidade, é um bom assunto para sátira.”

O cocriador da série também destaca que o processo de desenvolvimento do protagonista precisava ser o mais fiel possível.  “Nós temos consultores astronautas, consultores científicos, e nosso consultor militar, Mark Vazquez, que tem nos ensinado sobre o comportamento militar. Steve e eu temos parentes nas Forças Armadas que amamos e respeitamos, e esperamos que gostem de assistir à série”, diz o produtor.

Já Carell frisa que o programa, além do conceito de um novo núcleo militar das Forças Armadas dos EUA, deveria focar nos dias iniciais desse ousado projeto. “Uma vez que tínhamos o conceito de Space Force, Greg e eu sentamos e perguntamos: “bem, como será o programa? Sobre o que será?”. E chegamos à ideia de que deveria ser sobre o começo da Space Force. Deveria ser sobre a pessoa encarregada pelo desenvolvimento, a criação de um novo braço das Forças Armadas. E meu personagem, General Mark R. Naird, é a pessoa escolhida para criar esse ramo.”

Space Force estreia na Netflix em 29 de maio.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...