Globo de Ouro 2021 | Regras são alteradas por causa da Covid-19

O cinema hollywoodiano está entrando em crise por causa da pandemia do novo Coronavírus. A bilheteria tanto no Brasil quanto nos EUA têm arrecadado cada vez menos. Além disso, muitos cinemas ao redor do país têm fechado, porque não conseguem manter o público. Esse contexto, da mesma forma, está causando um problema para as grandes premiações do cinema.

Bem como o Oscar 2021 – no qual a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas está levando em conta a possibilidade de alterar algumas de suas regras -, o Globo de Ouro 2021 deve seguir o mesmo caminho.

Hollywood Foreign Press Association (Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood), responsável pela premiação, anunciou uma alteração nos critérios de elegibilidade para os filmes. Desse modo, as produções cinematográficas poderão ser disponibilizados em formato televisivo, seja via serviços de streaming, seja via canais de TV. A informação é do site Uol.

No entanto, essas mudanças têm um tempo de estimativa. Valem apenas para os filmes que seriam lançados entre 15 de março e 30 de abril. Mesmo assim, a HFPA deixou claro que poderá prolongar esse período.

Ademais, outra mudança adotada tem relação com a regra que obrigava a exibição especial dos filmes aos membros da Associação. Agora, os estúdios ou produtores poderão enviar DVD´s ou links para cada membro.

Na edição desse ano da premiação, os principais vencedores foram os filmes 1917 (Melhor Filme Drama) e Era Uma Vez em… Hollywood (Melhor Filme Comédia/Musical). Por mais que o Globo de Ouro 2021 ainda não tenha data confirmada, já foi revelado que a dupla Tina Fey e Amy Poehler serão as apresentadoras. Elas já assumiram tal posição outras três vezes seguidas (2013, 2014 e 2015).

Além do Globo de Ouro 2021: As Consequências na Indústria de Entretenimento

O surto do novo Coronavírus tem apresentado várias consequências para o mundo e a indústria de entretenimento não escapa disso. Recentemente, a OMS (Organização Mundial de Saúde) decretou caso de pandemia. Filmes como MulanUm Lugar Silencioso: Parte II007: Sem Tempo Para Morrer etc tiveram suas estreias adiadas. A gravação de Velozes e Furiosos 9 e Falcão e o Soldado Invernal também foram canceladas por um tempo. Além disso, a China perdeu mais de US$ 200 milhões em bilheteria, o que fez com que vários cinemas precisassem ser fechados no país.

Além de Tom Hanks e Rita Wilson, outras celebridades já contraíram o COVID-19. Entre eles, o ator Idris Elba, a ex-Bond girl Olga KurylenkoKristofer Hivju (Game of Thrones), entre outros. Enquanto que aqui no Brasil, nomes como a cantora Preta Gil, a atriz Fernanda Paes Leme e o cantor Di Ferrero são alguns nomes que já se manifestaram sobre seus diagnósticos.

À princípio, os casos aqui na América do Sul começaram a aparecer em países como Chile, Argentina e Brasil – que apresenta 3.471 infectados confirmados e 92 mortes até agora, segundo o Ministério da Saúde (Dados atualizados às 18:36h).

Leia mais:

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.