Netflix decide reduzir a qualidade na transmissão no Brasil

A fim de evitar uma sobrecarga nos servidores de internet na União Europeia, a Netflix determinou que a qualidade na transmissão fosse reduzida durante esse período de quarentena por causa do novo Coronavírus. Dessa mesma forma, a medida será adotada aqui no Brasil.

Segundo o site Estadão, a medida começou a ser praticada na segunda-feira (23) em alguns estados. Nesse momento, ela já deve ter atingido todo o país.

No entanto, o serviço de streaming deixou claro que não haverá restrição em relação às resoluções. Ou seja, as pessoas continuarão tendo acesso às resoluções Ultra HD ou Full HD, por exemplo. Mas as taxas de bits utilizadas nas transmissões serão reduzidas.

Em suma, a medida terá duração de 30 dias e tem o objetivo de reduzir em 25% o tráfego na internet.

E as Outras Plataformas de Streaming?

À princípio, serviços de streaming como Amazon Prime e YouTube confirmaram que vão reduzir a qualidade de seus conteúdos. Sobre o primeiro, ainda não há muitos detalhes. Por outro lado, o YouTube detalhou que, na Europa, apenas vídeos em definição padrão (SD, 480p) estarão disponíveis pelos próximos 30 dias.

No que diz respeito à Globo, medida semelhante vem ocorrendo desde o último domingo (22). A emissora realizou um corte das transmissões em 4K e Full HD de todos os seus serviços, incluindo Globoplay, Globosat Play, Globoesporte.com, GShow e o site G1.

Além da Netflix: As Consequências na Indústria de Entretenimento

O surto do novo Coronavírus tem apresentado várias consequências para o mundo e a indústria de entretenimento não escapa disso. Recentemente, a OMS (Organização Mundial de Saúde) decretou caso de pandemia. Filmes como MulanUm Lugar Silencioso: Parte II007: Sem Tempo Para Morrer etc tiveram suas estreias adiadas. A gravação de Velozes e Furiosos 9 e Falcão e o Soldado Invernal também foram canceladas por um tempo. Além disso, a China perdeu mais de US$ 200 milhões em bilheteria, o que fez com que vários cinemas precisassem ser fechados no país.

Além de Tom Hanks e Rita Wilson, outras celebridades já contraíram o COVID-19. Entre eles, o ator Idris Elba, a ex-Bond girl Olga KurylenkoKristofer Hivju (Game of Thrones), entre outros. Enquanto que aqui no Brasil, nomes como a cantora Preta Gil, a atriz Fernanda Paes Leme e o cantor Di Ferrero são alguns nomes que já se manifestaram sobre seus diagnósticos.

Primeiramente, os casos aqui na América do Sul começaram a aparecer em países como Chile, Argentina e Brasil – que apresenta 2.598 infectados confirmados e 63 mortes até agora, segundo as Secretarias Estaduais da Saúde (Dados atualizados às 12:32h).

Leia mais:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.