Mostra “ANIME: O Fantástico mundo das animações japonesas” começa nesta quarta (12) em São Paulo

Curte animes e não deseja cair na folia? A mostra ANIME: O Fantástico mundo das animações japonesas chega ao Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo, de 12 a 24 de fevereiro, com exibição de filmes e debates gratuitos. Os ingressos para as sessões devem ser retirados na bilheteria a partir de uma hora antes.

A mostra, realizada com recursos da Lei de Incentivo à Cultura, apresentada pelo Ministério da Cidadania e pelo Centro Cultural Banco do Brasil e com patrocínio do Banco do Brasil, vai celebrar a cultura japonesa e o legado dos animes na história da animação mundial. Serão exibidos 15 filmes, clássicos e animações premiadas, de ação, aventura, ficção científica e comédia.

Esta é uma oportunidade única para o público paulistano se aprofundar nesta arte, que encanta crianças e adultos e reúne centenas de fãs. Segundo a curadora Juliana Meloa, a mostra propõe “uma mistura de clássicos conhecidos do público e referenciados no mundo, como Ghost in the Shell: o Fantasma do Futuro e Akira, títulos de diretores consagrados, como Vidas ao Vento, de Hayao Miyazaki, e Paprika, de Satoshi Kon, além de obras populares baseadas em franquias de videogames e mangás, a mostra explora a diversidade dessas fantásticas animações”.

As Memórias de Marnie, ancestralidade e solidão (2014)

Além das exibições, haverá um debate sobre o filme As Memórias de Marnie, ancestralidade e solidão com a crítica de cinema, roteirista e jornalista cultural Lorenna Montenegro no dia 19/02, após a sessão (que terá legenda descritiva) do filme que começa às 18h. O filme, uma das últimas produções do renomado Estúdio Ghibli, foi indicado ao Oscar de Melhor Animação em 2016 e recebeu diversos prêmios em festivais pelo mundo.

Já no dia 21/02 o debate será sobre a obra Akira, de Katsuhiro Ôtomo, com Cinthia Saty Fuji, ilustradora, quadrinista e artista de desenvolvimento visual para animação, curtas e longas, também após a sessão das 18h. O filme marcou uma geração quando foi lançado no final dos anos 1980, ao extrapolar as barreiras orientais e dos fãs e apresentar para o mundo a arte do anime. Na história, dois adolescentes de uma gangue de Tóquio acabam envolvidos em um projeto ultrassecreto do governo.

Akira (1988)

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA 

12/02 – quarta-feira 
16h – Padrinhos de Tóquio – 12 anos
19h30 – Ghost in the Shell – 14 anos

13/02 – quinta-feira 
16h – A Tartaruga Vermelha – livre
19h – Hunter x Hunter: Phantom Rouge – 12 anos

14/02 – sexta-feira 
16h – Paprika – 14 anos
19h – Vidas ao Vento – 12 anos

15/02 – sábado 
14h45 – Pop in Q – livre
17h – Hunter x Hunter: The Last Mission – 14 anos
19h – Akira – 14 anos

16/02 – domingo 
14h – A Tartaruga Vermelha – livre
16h – Kappa: O Duende do Rio Sampei – livre
18h – O Conto da Princesa Kaguya – livre

17/02 – segunda-feira 
16h – The Sky Crawlers: Eternamente (sessão com audiodescrição) – 12 anos
19h – The Sky Crawlers: Eternamente – 12 anos

19/02 – quarta-feira 
16h – 5 Centímetros por Segundo – livre
18h – As Memórias de Marnie (sessão com legendagem descritiva, seguida de debate) – 10 anos

20/02 – quinta-feira 
16h – O Lugar Prometido em Nossa Juventude – 12 anos
19h – O Conto da Princesa Kaguya – livre

21/02 – sexta-feira 
16h – Ghost in the Shell – 14 anos
18h – Akira (sessão seguida de debate) – 14 anos

22/02 – sábado 
10h – Pop in Q – livre
12h30 – Hunter x Hunter: Phanton Rouge – 12 anos
14H30 – Vidas ao Vento – 12 anos

23/02 – domingo 
10h – Hunter x Hunter: The Last Mission – 14 anos
12h30 – O Lugar Prometido em Nossa Juventude – 12 anos
14h30 – Padrinhos de Tóquio – 12 anos

24/02 – segunda-feira 
13h – 5 Centímetros por Segundo – livre
15h – Paprika – 14 anos

Consulte a programação nas redes sociais do CCBB SP.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...