Edição e Mixagem de Som: qual a diferença entre as duas categorias?

A sonoplastia de um filme é um assunto bastante complexo e não estamos falando sobre a trilha sonora. Assim como o trabalho dos atores, dos montadores, dos diretores (diretor cinematográfico, diretor de fotografia, diretor de arte, entre outros), existem profissionais especializados em áreas diferentes da composição do som de uma obra audiovisual.

Ao contrário do que muitos pensam, a imagem não é a parte mais importante na maioria dos filmes, já que é possível passar por uma experiência agradável assistindo a um filme com uma imagem ruim, mas é quase impossível assistir a um filme com o áudio precário.

Desta forma, se faz necessária uma atenção extremamente especial à composição sonora de um filme. Geralmente em um set de gravações, os captadores de som direto procuram garantir a captura do áudio das falas dos atores, não se preocupando com os demais ruídos. Os passos, roçar de tecidos, portas se abrindo, o rugido do motor de um carro, entre outros, são sons inseridos na pós produção.

Gravidade (2013), vencedor do Oscar de Melhor Mixagem de Som em 2014

CAS Awards 2020: ‘Ford vs Ferrari’ é destaque em prêmio de técnicos em mixagem de som

A necessidade de gravar esses áudios em ambiente controlado de estúdio serve para garantir a qualidade dos mesmos. A Edição de Som, juntamente com a gravação de Foley – definição utilizada para definir todas as gravações de sons que serão utilizadas em um filme, geralmente utilizando-se de grama, tábuas, tambores, caixas e toda a sorte de objetos aleatórios para simular sons – compõe tudo o que vai ser ouvido em um filme, quando o editor irá inserir os áudios nos momentos em que eles precisam ser ouvidos.

Se a Edição de Som compõe tudo o que será ouvido em um filme, cabe à Mixagem de Som definir como esses sons serão ouvidos. Com efeitos de reverberação, aumento e diminuição de volumes, ecos, atrasos e outros efeitos sonoros, o mixador de som auxilia nas sensações que os sons provocarão no expectador, seja localizando-o geograficamente no espaço onde acontece a cena (se o som está sendo ouvido de perto, de longe, em um ambiente fechado ou ambiente aberto, entre outros) ou controlando a dramaticidade de uma cena (o som do disparo de uma arma de fogo ou mesmo o desferir de um soco em uma luta entre personagens é muito mais dramático do o que o que seria ouvido na vida real), criando assim, diversas características expressivas e poéticas que contribuem na composição da magia do cinema.

Agora você já sabe o que é Edição e o que é a Mixagem de Som no cinema, e como essas duas áreas são extremamente distintas uma da outra, bem como sua vital importância para um filme. Aproveite e confira nosso artigo sobre o papel de um Diretor de Fotografia no processo de produção de um filme.

Mad Max: A Estrada da Fúria (2015), vencedor do Oscar de Melhor Mixagem de Som em 2016

Golden Reel Awards 2020: ‘1917’ e ‘Parasita’ se destacam em premiação de editores de som

Participe do nosso Bolão do Oscar 2020! Clique aqui e saiba mais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Jeziel Bueno

Cineasta independente e amante de filmes e séries. Nutre uma intensa paixão pela habilidade que só o ser humano tem de transmitir os aspectos de sua alma por meio da Arte...