USC Scripter Awards 2020 | ‘Adoráveis Mulheres’ e ‘Fleabag’ conquistam prêmios de roteiro adaptado

O roteiro adaptado de Adoráveis Mulheres, escrito por Greta Gerwig, ganhou o USC Libraries Scripter Award de melhor adaptação cinematográfica. Fleabag recebeu o prêmio da categoria de TV.

Um detalhe importante deve ser observado. o filme escrito e dirigido por Gerwig superou O Irlandês, Jojo Rabbit e Dois Papas. Com exceção de Dark Waters, todos estão disputando o Oscar na categoria de roteiro adaptado.

Gerwig, que também dirigiu o longa, ganhou o prêmio em conjunto com Louisa May Alcott, autora do icônico romance de 1868 sobre a vida das quatro irmãs em uma pequena cidade da Nova Inglaterra, durante a década de 1860. Nossa crítica do filme você pode conferir clicando aqui.

Phoebe Waller-Bridge, protagonista de Fleabag, ganhou o prêmio pelo primeiro episódio da segunda temporada da série. A produção é baseada em uma série de sua própria autoria, portanto, Phoebe ganhou o prêmio como autora da obra original e da adaptação.

O USC Scripter Award é concedido anualmente pela Universidade do Sul da Califórnia, para homenagear autores e roteiristas, reconhecendo o autor original e o roteirista da produção televisiva e cinematográfica.

Confira abaixo os vencedores do 17º USC Libraries Scripter Award:

CINEMA

Adoráveis Mulheres
Greta Gerwig, baseado no romance homônimo da autora Louisa May Alcott

Dark Waters
Matthew Carnahan e Mario Correa, baseado no artigo da New York Times Magazine “The Lawyer Who Became DuPont’s Worst Nightmare”, de Nathaniel Rich

O Irlandês
Steven Zaillian, baseado no livro “I Heard You Paint Houses”, de Charles Brandt

Jojo Rabbit
Taika Waititi, baseado no romance “Caging Skies”, de Christine Leunens

Dois Papas
Anthony McCarten, baseado em sua peça “The Pope”


TELEVISÃO

Fleabag (Amazon Prime Video)
Phoebe Waller-Bridge, para o primeiro episódio, baseada em sua peça

Fosse/Verdon (FX)
Joel Fields e Steven Levenson, para o episódio “Nowadays”, baseado na biografia Fosse de Sam Wasson

Killing Eve (BBC America)
Emerald Fennell, para o episódio “Nice and Neat”, baseado no romance “Codename Villanelle”, de Luke Jennings

Inacreditável (Netflix)
Susannah Grant, Michael Chabon e Ayelet Waldman, para o primeiro episódio, com base no artigo “An Unbelievable Story of Rape”, de T. Christian Miller e Ken Armstrong

Watchmen (HBO)
Damon Lindelof e Cord Jefferson para o episódio “This Extraordinary Being”, baseado nos quadrinhos de Alan Moore e Dave Gibbons

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...