Para James Gunn, não existe rivalidade entre Marvel e DC

James Gunn já dirigiu dois longas dos Guardiões da Galáxia e trabalha atualmente no próximo filme do Esquadrão Suicida. Marvel e DC não são um problema para o cineasta, que conta com a simpatia de fãs distintos.

Questionado sobre o assunto, o diretor declarou em seu Twitter que a situação parte tão somente de parte dos fãs, e não dos estúdios, mas aproveitou para elogiar grande parte do público:

“Honestamente, não consigo me lembrar de ninguém da Marvel ou da DC condenando a outra empresa. Eu acho que provavelmente há um pouco menos de concorrência entre a Marvel e a DC do que entre as duas empresas (Marvel Studios e Warner Bros.) e todos os outros filmes. Afinal, estamos no mesmo barco, relativamente falando, disse o diretor.”

“Porque 99% dos fãs em todo o mundo são pessoas incríveis. “Eles amam alguns filmes, gostam de outros e não gostam de alguns, mas raramente são cruéis. Os elementos tóxicos podem ser grandes, mas em comparação, são uma parcela pequena. E são menores ainda no mundo real do que nas redes sociais”.

James Gunn passou por poucas e boas ultimamente. O diretor chegou a pensar que sua carreira havia acabado, após uma campanha negativa na internet. Com o terceiro filme da franquia Guardiões da Galáxia prestes a ser desenvolvido, ele foi demitido depois que antigos tweets foram desenterrados.

Disney voltou atrás e recontratou o diretor, que nesse meio tempo se acertou com a Warner para comandar o novo Esquadrão Suicida, previsto para estrear em 6 de agosto de 2021. O filme da Marvel ainda não ganhou data de estreia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...