Presidente do SAG lamenta a falta de diversidade no Oscar

Durante o tapete prata do SAG Awards 2020Courtney B. Vance, presidente da premiação, falou sobre a falta de diversidade nos indicados ao Oscar 2020:

“Eu não sei por que [isso acontece], os projetos estão aí”, disse Vance à Variety“No passado, como homem negro, sabíamos que não estaríamos nas telas, então nos imaginávamos. Não deveríamos ter que fazer isso hoje.”

Durante a entrevista, Vance sugeriu que os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas simplesmente não estavam votando em filmes com pessoas de cor, e destacou o sucesso de bilheteria de filmes como Pantera Negra e Podres de Ricos: “Você não pode dizer que filmes com pessoas negras não fazem sucesso ao redor do mundo”, disse o diretor.

SAG Awards é o prêmio do Sindicato de Atores de Hollywood e premia as melhores performances do ano. O curioso da fala de Vance é que ela serve até mesmo para o próprio SAG, que embora tenha apresentado alguns nomes como Lupita Nyong’o (imagem) e Jamie Foxx, não difere muito do panorama atual da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

A diversidade no Oscar tem sido alvo de debates há algum tempo, e extrapola a questão racial. Este ano, apenas homens foram indicados na categoria de Melhor Direção, o que é foi bastante comum nas edições anteriores. Na edição de 2020, Cynthia Erivo foi a única atriz negra nomeada nas categorias de atuação, fato que sequer aconteceu nas categorias de ator.

A 92ª cerimônia do Oscar acontece em 9 de fevereiro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...