Crítica | 1ª temporada de ‘O Mandaloriano’ entrega ótimas aventuras no mundo de Star Wars

Ao contrário de muitas outras franquias cinematográficas, Star Wars sempre conseguiu se manter em destaque na cultura popular. Antes mesmo do lançamento de Star Wars: O Despertar da Força em 2015, as aventuras ocorridas na galáxia muito, muito distante eram desenvolvidas em animações, games, livros e HQs, impedindo que a obra caísse no ostracismo.

Contudo, ainda não havia sido desenvolvida uma série de TV em live-action (ignorando, claro, o vergonhoso especial de natal de 1978), algo bastante curioso, considerando que não é de hoje que vivemos na era das Séries de TV. Foi com esse intuito que o serviço de streaming Disney+ lançou, em meados de novembro de 2019, a série O Mandaloriano (The Mandalorian), que conta a história de um caçador de recompensas mandaloriano (inspirado no misterioso personagem Bobba Fett, da trilogia clássica) que perambula pelos cantos mais inóspitos da galáxia, à procura de pessoas procuradas, sem nunca remover seu capacete.

Um dos fatores que mais empolgou o público foi o surgimento de um bebê oriundo da raça de um importante personagem dos filmes e que foi popularmente rotulado na internet como “Baby Yoda”. Trata-se de um personagem “bem fofo”, como caraterizam os internautas e que guarda grandes segredos, extremamente importantes para a trama. Assim, a série entrega semanalmente histórias episódicas e que possuem pouca relação tem entre si, o que surge como um ponto forte da série, uma vez que permite apresentar tramas diferentes, sendo dirigidas por diretores diferentes e com estilos distintos.

A direção de fotografia da série é muito bem acertada, bem como a belíssima e bem pertinente trilha sonora. Os coadjuvantes, como Carl Weathers, Gina Carano e Giancarlo Esposito, são simples, e até rasos em muitos casos, mas isso não chega a ser um fator negativo, uma vez quem combina perfeitamente com o estilo do seriado. É interessante ressaltar no fato de que o protagonista, vivido por Pedro Pascal, consegue a façanha de conquistar o público, mesmo tirando o capacete em apenas uma única vez durante a série toda, e por meros segundos.

The Mandalorian (2019) – Disney+

O roteiros dos episódios, escritos por Jon Favreau são muito bem construídos, com tramas simples, mas que colocam o protagonista em situações extremamente desesperadoras, e que contam com soluções criativas e bem acertadas. A produção da série é outro fator importante a ser discutido, uma vez que não dispõe dos mesmos recursos das obras cinematográficas, mas que nem por causa disso, fazz feio. O cenários são belíssimos, a direção de Arte é extremamente bonita e os efeitos visuais – muitos deles práticos – entregam o que prometem.

Um elemento que divide a opinião de muitos fãs é o fato de que o cerne da trama acaba por contar mais uma história derivada da Saga dos Skylwalkers, o que faz com que o expectador reflita se os realizadores não são capazes de contar histórias que não sejam relacionadas com os eventos principais dos filmes clássicos.

O Mandaloriano é uma série episódica, com tramas simples, mas que pode ser assistida por toda a família, seja por fãs de Star Wars, fãs de histórias fantásticas ou simplesmente por quem simplesmente esteja à procura de uma boa série para acompanhar.

O MANDALORIANO (THE MANDALORIAN) – 1ª TEMPORADA
4

RESUMO:

O Mandaloriano (The Mandalorian) retorna ao universo de Star Wars com uma narrativa simples, mas com um valor de produção notável e um bom protagonista.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Jeziel Bueno

Cineasta independente e amante de filmes e séries. Nutre uma intensa paixão pela habilidade que só o ser humano tem de transmitir os aspectos de sua alma por meio da Arte...