‘Entre Facas e Segredos’ e ‘Crime sem Saída’ são os destaques das estreias da semana nos cinemas; confira

Confira as estreias da semana e os filmes que entram em cartaz em 12 de dezembro, nos cinemas brasileiros:

ENTRE FACAS E SEGREDOS

O aclamado escritor e diretor Rian Johnson homenageia a mente misteriosa de Agatha Christie no filme `Entre Facas e Segredos´ (Knives Out); uma história atual e divertida que vai agradar toda a família, sobre crime e mistério onde todos são suspeitos. O renomado romancista Harlan Thrombey (Christopher Plummer) é encontrado morto logo após seu aniversário de 85 anos. O inquisitivo e charmoso detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) é recrutado para investigar. Foi um assassinato? Da família disfuncional de Harlan à sua equipe dedicada, Blanc examina uma rede de mentiras para descobrir a verdade por trás da morte prematura de Harlan. Uma teia de reviravoltas manterá você desconfiado até o final.

Diretor: Rian Johnson. 14 anos. Leia a nossa crítica.


BRINCANDO COM FOGO

Quando o disciplinado superintendente bombeiro, Jake Carson (John Cena), e seu time de bombeiros experientes (Keegan-Michael Key, John Leguizamo e Tyler Mane) chegam para resgatar três irmãos (Brianna Hildebrand, Christian Convery e Finley Rose Slater) de um incêndio violento, eles percebem que o treinamento correto pode prepará-los para um desafio maior: como ser babás. Incapazes de localizar os pais das crianças, os bombeiros têm suas vidas, rotina e até seu posto de trabalho virados de cabeça para baixo e eles aprendem rápido que crianças, assim como o fogo, são indomáveis e imprevisíveis.

Diretor: Andy Fickman. 10 anos.


CRIME SEM SAÍDA

Encarregado de encontrar uma dupla de assassinos de policiais, um polêmico detetive de Nova Iorque (Chadwick Boseman) descobre uma grande e inesperada conspiração. Com apenas algumas horas para capturar os assassinos antes que consigam desaparecer, medidas extremas são tomadas, como o bloqueio das 21 pontes que dão acesso à ilha. Mas à medida que a noite avança, ele não sabe mais se está caçando ou sendo caçado.

Diretor: Brian Kirk. 14 anos. Leia a nossa crítica.


FINALMENTE LIVRES

Yvonne, jovem inspetora de polícia, descobre que o marido, o capitão Santi, herói local morto em combate, não era o policial corajoso e íntegro que ela pensava, mas um verdadeiro bandido. Determinada a reparar os erros cometidos por ele, Yvonne cruza o caminho de Antoine, injustamente preso por Santi durante oito longos anos.

Diretor: Pierre Salvadori. 14 anos.


UMA MULHER ALTA

1945, Leningrado. A Segunda Guerra Mundial devastou a cidade, demolindo seus edifícios e deixando seus cidadãos em pedaços, físicos e mentalmente. Embora o cerco – um dos piores da história – tenha finalmente terminado, a vida e a morte continuam a sua batalha nos destroços que restam. Duas jovens mulheres, Iya e Masha, buscam por sentido e esperança na luta para reconstruir suas vidas entre as ruínas.

Diretor: Kantemir Balagov. 16 anos.


SYNONYMES

Yoav, um jovem israelense, chega a Paris esperando que a França e os franceses o salvem da loucura de seu país. Determinado a extinguir suas origens e se tornar francês, ele abandona a língua hebraica e se esforça de todas as maneiras para encontrar uma nova identidade.

Diretor: Nadav Lapid. 16 anos.


BARRABÁS

Pela primeira vez na Rússia, a base de um longa-metragem é a história bíblica da crucificação e ressurreição de Cristo. A peculiaridade do filme está na visão única da história, bem conhecida internacionalmente, que aqui vemos através dos olhos de um criminoso, Barrabás, que escapou da morte na cruz. O filme foi feito em gênero histórico, contado em linguagem cinematográfica e revela algumas das coisas desconhecidas da época. Foi dada muita atenção à imagem e à narrativa, para que ficassem totalmente compreensíveis ao grande público. Barrabás está tentando entender se Jesus é realmente o Filho de Deus. Em sua jornada em busca da verdade, ele encontra respostas para algumas perguntas que o fazem mudar de opinião sobre esta vida.

Diretor: Evgeniy Emelin. 14 anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.