Coringa | Filme se torna a produção de quadrinhos mais lucrativa de todos os tempos, segundo a Forbes

Coringa se tornou esta semana o filme baseado em história em quadrinhos mais lucrativo de todos os tempos. Segundo a Forbes, a análise leva em conta a relação entre bilheteria e o custo de produção.

Os US$ 957 milhões arrecadados na bilheteria na bilheteria em todo o mundo, até o momento, representa 15.3 vezes o “modesto” custo do filme, de US$ 62.5 milhões. Vale lembrar que custos com marketing e exibição, que não entraram no levantamento, elevariam o orçamento. Mesmo assim, a marca impressiona e está agradando, sem dúvida alguma, a Warner Bros.

O Máscara, protagonizado por Jim Carrey em 1994, fez US$ 351 milhões com orçamento de US$23 milhões, e era até então o mais lucrativo filme de HQ. Recentemente, embora não tenha agradado tanto a crítica, Venom (2018) alcançou impressionantes US$854 milhões, com orçamento de US$90 milhões. Outro filme com relativo baixo orçamento foi Deadpool , que arrecadou US$783 milhões em 2016, sendo orçado em US$58 milhões, de acordo com os mesmos critérios estabelecidos.

Leia a nossa crítica de Coringa

Ainda de acordo com a revista, ao ultrapassar US$ 1 bilhão nas bilheterias, Coringa será o filme mais barato a atingir o marco, desbancando mais um filme. Jurassic Park (1993), que superou a marca do bilhão com um custo de US$ 63 milhões.

Coringa é uma história original e fictícia sobre o icônico vilão nunca antes vista no cinema. A versão do diretor Todd Phillips sobre Arthur Fleck, interpretado por Joaquin Phoenix, mostra um homem lutando para se integrar à sociedade despedaçada de Gotham.

Diretor revela o que aconteceu com Sophie no fim do filme

O filme está em cartaz nos cinemas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.