É “um crime” não ter categoria para dublês no Oscar, diz Jon Bernthal

O ator Jon Bernthal defendeu, durante entrevista à revista Men’s Health, uma categoria própria para dublês no Oscar. A causa já vem sendo defendida há um tempo.

“Eles são meus irmãos, são as pessoas com quem estou mais próximo no set. Eu acho que é absolutamente um crime que não haja um Oscar de dublês. A comunidade de dublês, eles são os que realmente se colocam em risco. A criatividade que sai da comunidade de dublês é incompreensível”, disse Bernthal.

O ator continuou sua argumentação:

“Acho que hoje em dia, é uma das principais razões pelas quais as pessoas procuram entretenimento, por causa de quão boas são as acrobacias, e há pessoas que realmente fazem isso. Treino com esses caras todos os dias, tento me exercitar completamente. É o tipo de mantra de um dublê: ‘Faça tudo, faça uma vez’. Não dê um soco, porque você terá que fazer isso 15 vezes. “Apenas me bata e faça isso uma vez.” Então, tentamos viver de acordo com isso.”

Outras premiações como o SAG Awards e o Emmy Awards já aderiram à causa e premiam os dublês de filmes e séries. No caso do prêmio do Sindicato de Atores do ano passado, Pantera Negra foi o grande vencedor na categoria Melhor Elenco de Dublês e Glow ganhou na mesma categoria pela TV.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.