Oscar 2020 | ‘Empuxo’ será o representante da Austrália

A Austrália já elegeu seu representante no Oscar, na categoria de Melhor Filme Internacional em 2020: Empuxo (Buoyancy).

No filme dirigido por Rodd Rathjen, Chakra, aos 14 anos, decide abandonar a região rural do Camboja, onde vivia com sua família, em busca de novas oportunidades no exterior. O garoto acaba indo parar em um navio pesqueiro, cujo capitão é extremamente abusivo e fornece péssimas condições de trabalho para os empregados. Assistindo ao espancamento diário de seus colegas e sobrevivendo com uma xícara de arroz por dia após uma jornada de 22 horas, o menino começa a se convencer de que precisa agir com brutalidade para sobreviver. O drama é protagonizado por Sarm Hung, Thanawut Kasro, Mony Ros.

A estréia de Empuxo ocorreu no Festival Internacional de Cinema de Berlim em 2019. No festival o filme ganhou o Prêmio do Júri Ecumênico na mostra Panorama. Além de ter vencido também o terceiro lugar no Prêmio da Audiência de Filme de Ficção.

O país esteve na shortlist de janeiro em 2010 com o filme Sansão e Dalila, de Warwick Thornton, entretanto não conseguiu uma das cinco vagas. Sua primeira indicação veio em 2017 com o filme Tanna, de Martin Butler, Bentley Dean. Entretanto, o filme perdeu para iraniano O Apartamento, de Asghar Farhadi.

Acompanhe aqui a submissão dos outros países para a categoria de Melhor Filme Internacional no Oscar 2020.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Juliana Oliveira

Estudante de psicologia e fascinada pelo audiovisual. Acredita que o cinema seja uma arte de teor político que dá voz a quem não é ouvido. Gosta de conhecer novas culturas e acredita que o cinema seja a melhor forma para isso, expandindo assim a visão de mundo dentro se sua limitada realidade.