Bilheteria | ‘Coringa’ estreia na liderança e quebrando recorde; ‘Abominável’ cai para a segunda posição

Coringa  estreou em primeiro lugar nas bilheterias estadunidenses (04 a 06 de outubro). O longa arrecadou US$ 93.5 milhões em seu fim de semana de abertura, o que faz desse filme a maior abertura nos EUA do mês de outubro. Além disso, ele é o quarto maior lançamento da história para um longa proibido para menores de 18 anos (classificação R). Ao redor do mundo a arrecadação foi de US$ 234 milhões.

De acordo com o site Box Office, 64% do público era do sexo masculino e 66% tinha menos de 35 anos.

O longa estreou em 73 mercados, arrecadando US$ 140.5 milhões. Os destaques são Coreia do Sul, onde faturou US$ 16.3 milhões, seguido de Reino Unido, US$ 14.8 milhões. Depois vem México (US$ 13.1 milhões), Rússia (US$ 10 milhões) e Brasil (US$ 7.3 milhões).

De acordo com a sinopse oficial, Coringa é uma história original e fictícia sobre o icônico vilão nunca antes vista no cinema. A versão de Phillips sobre Arthur Fleck, interpretado de maneira memorável por Joaquin Phoenix, mostra um homem lutando para se integrar à sociedade despedaçada de Gotham. Trabalhando como palhaço durante o dia, ele tenta a sorte como comediante de stand-up à noite… mas descobre que a piada é sempre ele mesmo. Preso em uma existência cíclica, oscilando entre a realidade e a loucura, Arthur toma uma decisão equivocada que causa uma reação em cadeia, com consequências cada vez mais graves e letais, nesta exploração ousada do personagem.

Leia a nossa crítica de Coringa


A animação da DreamWorksAbominável, teve uma queda de 42% em relação à semana passada e ficou com a segunda posição. O filme conseguiu US$ 12 milhões em seu segundo fim de semana em cartaz. Só nos EUA, foram US$ 37.8 milhões arrecadados e no mercado externo, US$ 38.5 milhões. Ou seja, no total o filme tem US$ 76.3 milhões em bilheteria.

Quando a adolescente Yi (Chloe BennetAgentes da SHIELD da Marvel) encontra um jovem Yeti no telhado de seu prédio em Xangai, ela e seus amigos travessos, Jin (Tenzing Norgay Trainor) e Peng (Albert Tsai), o nomeiam “Everest” e embarcam em uma jornada épica para levar a criatura mágica de volta para sua família no ponto mais alto da Terra. O filme é dirigido por Jill Culton.


O filme Downton Abbey caiu para a terceira colocação. A adaptação para os cinemas da série britânica faturou US$ 8 milhões em seu terceiro fim de semana cartaz. Só nos EUA, o longa já arrecadou US$ 73.6 milhões e no mercado internacional, US$ 61.8 milhões. Ou seja, já conquistou no total US$ 135.4 milhões em bilheteria.

Escrito por Julian Fellowes, criador da série, o filme conta com o retorno de todo o elenco, como como Hugh BonnevilleMichelle Dockery Maggie Smith. A direção será de Brian Percival, que também dirigiu o piloto, em 2010. Estreia aqui no Brasil em 21 de novembro.


As Golpistas, estrelado por Jennifer Lopez e Constance Wu, conseguiu a quarta colocação. Foram US$ 6.3 milhões arrecadados em seu quarto fim de semana em cartaz. No mercado externo, já faturou US$ 18.7 milhões, enquanto que em seu país de origem, EUA, o filme conquistou US$ 91.3 milhões. Portanto, tem, ao redor do mundo, US$ 110 milhões.

Por causa da crise econômica de 2008, Destiny (Constance) e Ramona (Lopez), duas amigas, têm os seus negócios destruídos. Elas então montam um plano para conseguirem dinheiro em cima de homens milionários.


IT: Capítulo 2 caiu para a quinta posição. O filme, baseado no romance escrito por Stephen King, faturou US$ 5.35 milhões em sua quinta semana em cartaz. Nos EUA, o longa já arrecadou US$ 202.2 milhões e no mercado externo, US$ 234.5 milhões, totalizando US$ 436.7 milhões ao redor do mundo.

Neste novo filme, o Clube dos Otários já é um grupo adulto. Eles irão se reunir anos depois da última vez que Pennywise (Bill Skarsgård) apareceu pela primeira vez para eles. O palhaço aterrorizante retornará à Derry, Maine, da mesma forma que eles.

No elenco do filme estão  James McAvoy como Bill, Jessica Chastain como Beverly, Bill Hader como Richie, Isaiah Mustafa como Mike, Jay Ryan como Ben, e James Ransone como Eddie e Andy Bean como Stanley. Bill Skarsgård retorna no papel do assustador palhaço Pennywise. O diretor Andy Muschietti e o roteirista Gary Dauberman retornam para a sequência.


O sexto colocado foi Ad Astra, de James Gray. Uma das apostas para o Oscar 2020, arrecadou US$ 4.55 milhões em seu terceiro fim de semana em cartaz. Só nos EUA, o longa já faturou US$ 43.6 milhões e no mercado internacional, US$ 67.7 milhões. Ao redor do mundo, soma US$ 111.3 milhões.

O filme conta a história de Roy McBride (Brad Pitt), que parte numa missão espacial para encontrar o seu, interpretado por Tommy Lee Jones.

Leia a nossa crítica de Ad Astra


Judy, dirigido por Rupert Goold e estrelado por Renée Zellweger, ficou com a sétima posição. Arrecadou US$ 4.4 milhões em seu segundo fim de semana em cartaz. Nos EUA, já faturou US$ 8.9 milhões.

O longa foi apresentado no Festival de Telluride, onde Renée Zellweger foi aplaudida de pé por sua atuação. A história se passa durante o inverno de 1968, quando a atriz Judy Garland, que está com a carreira em baixa, sai numa turnê, na qual começa a sofrer problemas com o álcool, por causa da solidão. Ainda não há previsão para estreia aqui no Brasil.


Em oitavo colocado, foi Rambo: Até o Fim. O quinto longa da franquia, estrelada por Sylvester Stallone, faturou US$ 3.5 milhões em seu terceiro fim de semana em cartaz. Nos EUA, já arrecadou US$ 39.8 milhões e no mercado internacional, US$ 24.5 milhões. Portanto, soma, ao redor do mundo, US$ 64.3 milhões.

O tempo passou para Rambo, que agora vive recluso em um rancho na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Sua vida marcada por lutas violentas ficou para trás, mas deixou marcas irreparáveis. No entanto, quando uma jovem amiga da família é sequestrada, Rambo precisará confrontar seu passado e reviver suas habilidades de combate para enfrentar um dos mais perigosos cartéis mexicanos.

Leia a nossa crítica de Rambo: Até o Fim


O nono colocado foi o estreante War, dirigido por Siddharth Anand. O longa indiano faturou US$ 1.5 milhão nos EUA. No total, soma US$ 2 milhões em bilheteria.

O filme conta a história de um agente do serviço indiano (Hrithik Roshan) que é designado para matar um ex-soldado, chamado Khabir (Tiger Shroff), que também foi seu orientador.


Bons Meninos, de Gene Stupnitsky, fecha o Top 10 dessa semana. É a seu oitavo fim de semana em cartaz. Foram US$ 900 mil arrecadados. Nos EUA, o longa já faturou US$ 82 milhões e no mercado externo, US$ 25.5 milhões, totalizando US$ 107.5 milhões em bilheteria.

Três jovens, interpretados por Jacob TremblayKeith L. Williams e Brady Noon, decidem faltar aula para consertarem um drone. No entanto, eles acabam entrando numa grande aventura. Ainda não há previsão para estreia aqui no Brasil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.