Bilheteria | Mesmo abaixo da arrecadação do primeiro filme, ‘It: Capítulo 2’ estreia na liderança

IT: Capítulo 2 estreou na liderança nas bilheterias estadunidenses nesse fim de semana (6 a 8 de setembro). O filme, baseado no romance escrito por Stephen King, faturou US$ 91 milhões nos EUA e US$ 94 milhões no mercado externo, totalizando US$ 185 milhões ao redor do mundo.

Mesmo com esse ótimo desempenho, a sequência ficou abaixo da arrecadação de It: A Coisa (2017). Foram US$ 123 milhões faturados no fim de semana de abertura (8 a 10 de setembro de 2017). O original continua, portanto, sendo o único filme de terror a conseguir mais de 100 milhões de dólares na estreia.

De acordo com o site Box Office, 47% do público, que conferiu o filme nesse fim de semana, era composto por mulheres, contra 51% em 2017; e 67% tinha 25 anos ou mais, em comparação com 65% no primeiro filme.

IT: Capítulo 2  estreou em 75 mercados. O principal deles foi o México, aonde arrecadou US$ 10.2 milhões. Em seguida, vem Reino Unido (US$ 9.4 milhões), Rússia (US$ 8.8 milhões), Alemanha (US$ 7.1 milhões), Itália (US$ 5.5 milhões) e Brasil (US$ 4.6 milhões).

IT: Capítulo Dois (2019) – Warner Bros.

Neste novo filme, o Clube dos Otários já é um grupo adulto. Eles irão se reunir anos depois da última vez que Pennywise (Bill Skarsgård) apareceu pela primeira vez para eles. O palhaço aterrorizante retornará à Derry, Maine, da mesma forma que eles.

No elenco do filme estão  James McAvoy como Bill, Jessica Chastain como Beverly, Bill Hader como Richie, Isaiah Mustafa como Mike, Jay Ryan como Ben, e James Ransone como Eddie e Andy Bean como Stanley. Bill Skarsgård retorna no papel do assustador palhaço Pennywise. O diretor Andy Muschietti e o roteirista Gary Dauberman retornam para a sequência.

Leia a nossa crítica de IT: Capítulo Dois


O terceiro longa da franquia estrelada por Gerard ButlerInvasão ao Serviço Secreto, caiu para o segundo lugar nas bilheterias. Ele é o sucessor de Invasão à Casa Branca e Invasão à Londres. Foram US$ 6 milhões arrecadados em seu terceiro fim de semana em cartaz. Nos EUA, o filme já faturou US$ 53.4 milhões.

O agente de Serviços Secretos Mike Banning (Gerard Butler) é acusado de tentar assassinar o Presidente dos EUA. Ao começar a ser perseguido pelo FBI, Banning entra numa missão para tentar provar a sua inocência e descobrir quem está por trás desse caso. Estreia no dia 24 de outubro aqui no Brasil.


Bons Meninos, de Gene Stupnitsky, caiu para o terceiro lugar no seu quarto fim de semana em cartaz. Foram US$ 5.3 milhões arrecadados. Nos EUA, o longa já faturou US$ 66.8 milhões e no mercado externo, US$ 15.6 milhões, totalizando US$ 82.4 milhões em bilheteria.

Três jovens, interpretados por Jacob TremblayKeith L. Williams e Brady Noon, decidem faltar aula para conseguirem consertar um drone. No entanto, eles acabam entrando numa grande aventura. Ainda não há previsão para estreia aqui no Brasil.


O Rei Leão ficou em quarto lugar. Em sua oitava semana em cartaz, o filme faturou US$ 4.1 milhões. No mercado nacional, o longa, dirigido por Jon Favreau, faturou US$ 529.1 milhões. No mercado estrangeiro, foram US$ 1.069 bilhão. Atualmente, o filme é o maior live-action da Disney e a sétima maior bilheteria do cinema, com US$ 1.599 bilhão arrecadados ao redor do mundo.

O filme retrata uma jornada pela savana africana, onde nasce o futuro rei da Pedra do Reino, Simba. O pequeno leão que idolatra seu pai, o rei Mufasa, é fiel ao seu destino de assumir o reinado. Mas nem todos no reino pensam da mesma maneira. Scar, irmão de Mufasa e ex-herdeiro do trono, tem seus próprios planos. A batalha pela Pedra do Reino é repleta de traição, eventos trágicos e drama, o que acaba resultando no exílio de Simba. Com a ajuda de dois novos e inusitados amigos, Simba terá que crescer e voltar para recuperar o que é seu por direito.

O estrelado elenco do longa tem Donald Glover como Simba, Beyoncé Knowles-Carter como Nala, James Earl Jones como Mufasa, Chiwetel Ejiofor como Scar, Seth Rogen como Pumba e Billy Eichner como Timão.

Confira a nossa crítica de O Rei Leão


Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw, primeiro spin-off da franquia Velozes & Furiosos, ficou na quinta posição nas bilheterias estadunidenses em seu sexto fim de semana. Foram US$ 3.7 milhões. Nos EUA, o filme já faturou US$ 164.2 milhões. No mercado externo, US$ 555.5 milhões. Ou seja, tem no total US$ 719.7 milhões até o momento.

Depois de vermos os personagens Luke Hobbs (Dwayne Johnson) e Deckard Shaw (Jason Statham) pela última vez em Velozes & Furiosos 8, eles agora vão unir forças para caçar um terrorista internacional interpretado por Idris Elba. O elenco também tem nomes como Vanessa KirbyHelen Mirren e o primo de Johnson e lutador da WWE, Roman Reigns.


O drama cristão Overcomer, de Alex Kendrick caiu para a sexta colocação. Em sua terceira semana em cartaz, o filme faturou US$ 3.7 milhões. Nos EUA, foram US$ 24.7 milhões arrecadados até agora.

Lançado pela Sony Pictures, o filme conta a história de John (Alex Kendrick), que após ser demitido da fábrica na qual trabalhou durante anos, começa a treinar um time de basquete de uma escola, que sonha em conquistar o campeonato estadual.


Em sétimo lugar, Ready or Not, de Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett. Foram US$ 2.29 milhões arrecadados em seu terceiro fim de semana em cartaz. No momento, já são US$ 25.6 milhões faturados nos EUA. No mercado externo, conseguiu US$ 9.9 milhões. Ou seja, totaliza US$ 35.5 milhões em bilheteria.

Lançado pela Fox Searchlight, conta a história de Grace (Samara Weaving) que se envolve numa brincadeira de pique-esconde, sangrenta e perigosa, com uma família que quer matá-la. Ainda não há previsão para a estreia aqui no Brasil.


O oitavo colocado foi Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro. O filme, produzido pelo vencedor do Oscar Guillermo del Toro (A Forma da Água) e dirigido por André Øvredal, arrecadou US$ 2.27 milhões em seu quinto fim de semana em cartaz. Nos EUA, o longa já arrecadou US$ 62.1 milhões e, no mercado internacional, US$ 26.7 milhões, totalizando US$ 88.8 milhões ao redor do mundo.

A trama se passa em 1968 na cidade de Mill Valley, que há gerações é assombrada pelos mistérios que cercam a mansão da família Bellows. Foi no porão desta casa que Sarah Bellows, jovem cheia de segredos e rejeitada pelos pais, escreveu um livro com histórias assustadoras. Anos depois, essas histórias começam a se tornar reais para um grupo de adolescentes que se envolvem com seu passado sombrio.

Leia a nossa crítica de Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro


Na nona posição, ficou a comédia dramática The Peanut Butter Falcon, estrelado por Shia LaBeouf e Dakota Johnson. O longa arrecadou US$ 2.2 milhões nesse fim de semana. Nos EUA, o filme, na quinta semana em cartaz, já faturou US$ 12.2 milhões.

Dirigido por Tyler Nilson e Michael Schwartz, o filme conta a história de um jovem com Síndrome de Down, que foge de sua casa de repouso para realizar o seu sonho de ser um lutador.


Fechando o Top 10, Dora e a Cidade Perdida. O longa, baseado na animação da Nickelodeon, arrecadou US$ 2.1 milhões em seu quinto fim de semana em cartaz. Nos EUA, o filme já faturou US$ 54.1 milhões e, no mercado internacional, foram US$ 28.2 milhões, totalizando US$ 82.3 milhões em bilheteria.

Dora (Isabela Moner) embarca numa nova aventura para salvar os seus pais. Junta de seu primo Diego (Jeff Whalberg) e seu companheiro, o Macaco Botas, Dora acaba se envolvendo com o mistério de uma antiga civilização perdida. Estreia aqui no Brasil no dia 7 de novembro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.