Após decisão da Disney, orçamento para os filmes da Fox será reduzido

Segundo a Variety, a Disney decidiu reduzir o orçamento para os filmes dos estúdios Fox. A empresa registrou uma perda operacional de US$ 170 milhões em seu terceiro trimestre fiscal.

A Disney atribuiu o prejuízo ao desempenho ruim de X-Men: Fênix Negra, que encerrou a franquia dos mutantes. Nos EUA, o longa arrecadou US$ 65.7 milhões e, no mercado externo, US$ 186.5 milhões, totalizando US$ 252.3 milhões ao redor do mundo. Lembrando que o filme teve um orçamento de 200 milhões de dólares. As perdas também foram atribuídas ao longa Ford vs Ferrari, de James Mangold, pelos altos custos de marketing.

Bob Iger, CEO da Disney, disse: “Uma das maiores questões foi a performance do Fox Studio, que foi bem abaixo do esperado quando nós fizemos a aquisição.” Ele também anunciou durante uma reunião com analistas de Wall Street que os títulos dos super heróis (Quarteto Fantástico e X-Men) que pertenciam à Fox agora estão sob o comando de Kevin Feige, presidente do Marvel Studios.

Apesar disso, Iger confirmou que as sequências de Avatar, de James Cameron (que já duram uma eternidade) e de Planeta dos Macacos continuarão sendo desenvolvidas. Quanto ao departamento Fox Searchlight, de filmes independentes, ele continuará seguindo sua trajetória e produzirá alguns longas para o Disney+, serviço de streaming da Disney. No entanto, no geral as divisões da Fox terão uma redução em seus lançamentos.

Sobre isso, Iger comentou: “Levará provavelmente um ano sólido, talvez dois, antes que nós possamos ter um impacto sobre os filmes em produção. Todos nós estamos confiantes de que vamos mudar os resultados dos filmes da Fox.”

O Disney+ será lançado nos EUA no dia 12 de novembro de 2019. Aqui no Brasil e no restante da América Latina, o serviço de streaming deve chegar no segundo semestre de 2020.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.