Oscar 2020 | Após festivais, começa corrida para temporada de premiações

Com a programação do Festival de Toronto (TIFF), um dos maiores termômetros da temporada de premiação, e outros festivais se aproximando como Telluride e Veneza, começam a serem feitas previsões dos filmes que podem aparecer durante a temporada e chegarem até os maiores prêmios como Globo de Ouro e Oscar. 

Dentre os mais comentados e esperados na Temporada do Oscar estão: 

Harriet, de Kasi Lemmons 

O filme conta a história da abolicionista Harriet Tubman, ativista política que, durante a Guerra Civil americana, ajudou centenas de escravos a fugirem do sul dos Estados Unidos, depois dela mesmo ter escapado em 1849. O filme terá sua premiere no Festival de Toronto 2019. 

O longa é dirigido pela Kasi Lemmons e roteirizado por Lemmons em parceria com Gregory Allen Howard (Duelo de Titãs). Cynthia Erivo (As Víuvas) vive Harriet e já figura entre as favoritas na categoria de melhor atriz. O elenco conta ainda com Janelle Monáe, Joe Alwyn, Clarke Peters e Tim Guinee. O filme é produzido pela Focus Features, conhecido por filmes como Infiltrado na Klan (2018), Trama Fantasma (2017) e A Teoria de Tudo (2014).  

A temporada de premiações costuma reconhecer uma ou outra diretora, dando sempre um espaço limitado para a quantidade de mulheres que recebem destaque. Este ano, Lemmos segue sendo uma das favoritas para ter este lugar. Mais conhecida por interpretar a amiga de Clarice (Jodie Foster) em O Silêncio dos Inocentes (1991), a diretora e roteirista se junta a Erivo, atriz que vem sendo prometida para a temporada de premiações desde 2018. Terrence Blanchard (Infiltrado na Klan) assina a trilha sonora. 

Pode aparecer nas seguintes categoriasMelhor Filme, Diretora, Atriz, Atriz Coadjuvante, Ator Coadjuvante, Roteiro original, Design de produção, Fotografia, Edição, Trilha sonora, Figurino, Maquiagem.  


Era Uma Vez Em Hollywood, de Quentin Tarantino 

O novo filme de Tarantino esteve presente no Festival de Cannes 2019 e desde então segue sendo um dos favoritos para a temporada, seguindo a tradição dos seus longas anteriores que foram indicados nas premiações como Pulp Fiction (1994), Django Livre (2012), Os Oito Odiados (2015).  

O filme se passa em uma Los Angeles de 1969 e conta a história de Rick Dalton (Leonardo DiCaprio), um ator de TV que, juntamente com seu dublê (Brad Pitt), está decidido a fazer o nome em Hollywood. Para tanto, ele conhece muitas pessoas influentes na indústria cinematográfica, o que os acaba levando aos assassinatos realizados por Charles Manson na época, entre eles o da atriz Sharon Tate (Margot Robbie).  

O filme conta ainda com Al Pacino, Timothy Olyphant, Kurt Russell, Michael Madsen, Damian Lewis e Dakota Fanning. Produzido pela Sony/Columbia, responsável por Me Chame Pelo Seu Nome (2017), Whiplash (2014) e Meia Noite em Paris (2011). 

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Diretor, Ator, Ator Coadjuvante, Atriz Coadjuvante, Roteiro original, Design de produção, Fotografia, Edição, Figurino, Maquiagem, Mixagem de som. 


1917, de Sam Mendes 

O novo filme do diretor de Beleza Americana (1999) se passa durante a I Guerra Mundial e conta com George MacKay, Dean-Charles Chapman, Colin Firth, Mark Strong, Benedict Cumberbatch, Richard Madden, e Andrew Scott no elenco. Mendes divide o roteiro com a Krysty Wilson-Cairns. O filme é produzido pela Universal (Green Book). 

O filme é cotado principalmente para as categorias técnicas, Thomas Newman assina a trilha sonora e já foi indicado ao Oscar 14 vezes, entretanto nunca venceu. Já Roger Deakins, responsável pela fotografia, havia sido indicado 13 vezes anteriormente, vencendo em 2019 com Blade Runner 2049. Entretanto, a academia também já demonstrou preferência por filmes que retratam guerras, principalmente a I e II Guerra Mundial, como Dunkirk (2017), Cavalo de Guerra (2011) e A Lista de Schindler (1993).  

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Diretor, Design de produção, Fotografia, Melhor Trilha Sonora, Edição 


O Irlandês, de Martin Scorsese 

O novo filme de Scorsese conta a história de Frank Sheeran (Robert De Niro), conhecido como “O Irlandês”, um veterano de guerra cheio de condecorações que concilia a vida de caminhoneiro com a de assassino de aluguel número um da máfia. Promovido a líder sindical, ele torna-se o principal suspeito quando o mais famoso ex-presidente da associação desaparece misteriosamente. 

Al Pacino, Harvey Keitel, Joe Pesci, Bobby Cannavale e Anna Paquin completam o elenco. Steven Zaillian, vencedor do Oscar por A Lista de Schindler (1993), assina o roteiro baseado no livro de Charles Brandt. 

Produzido pela Netflix, o filme quase foi engavetado antes da produtora entrar no projeto. A Academia já havia demonstrado certo posicionamento contra produções da rede de streaming. Entretanto, Roma (2018), de Alfonso Cuarón, que recebeu oito indicações na última edição da premiação, abriu portas para que outros filmes da rede possam também serem aceitos pela comunidade de votantes. 

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Diretor, Ator, Ator Coadjuvante, Roteiro adaptado, Design de Produção, Fotografia, Edição, Figurino, Efeitos Visuais. 


Ford v. Ferrari, de James Mangold 

O filme se passa durante a década de 1960, quando um grupo de engenheiros americanos é designado pela empresa automobilística Ford para construir um carro de corrida mais rápido que o da, até então campeã, empresa italiana Ferrari. Tudo culmina na corrida do Campeonato Mundial Masculino, que acontece na França em 1966, onde o melhor carro deve vencer. 

O filme será protagonizado por Christian Bale e Matt DamonCaitriona Balfe, Jon Bernthal, Josh Lucas, Ray McKinnon e Tracy Letts completam elenco. O roteiro é assinado por Jez Butterworth, John-Henry Butterworth e Jason Keller, baseado na obra de A.J. Baime. 

O filme é produzido pela 20th Century Fox, responsável por A Favorita (2018), Vice (2018), Bohemian Rhapsody (2018). 

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Diretor, Ator, Ator Coadjuvante, Roteiro adaptado, Design de Produção, Edição, Edição de som, Mixagem de som. 


A Beautiful Day in the Neighborhood, de Marielle Heller 

O novo filme da diretora de Poderia Me Perdoar? (2018), filme indicado a três categorias no Oscar 2019 (Melhor Atriz, Ator Coadjuvante e Roteiro), aborda a história de Fred Rogers (Tom Hanks), criador de MisteRogers‘ Neighborhood, um programa de Tv infantil muito popular na década de 60. Em 1998, Tom Junod (Matthew Rhys), até então um cínico jornalista, aceitou escrever o perfil de Rogers para a revista Esquire. Durante as entrevistas para a materiaJunod mudou não só sua visão em relação ao seu entrevistado, como também sua visão de mundo, iniciando uma inspiradora amizade com Rogers.  

Em 2019, durante a temporada de premiações, o documentário Won’t You Be My Neighbor? (2018) de Morgan Neville, ganhou grandes prêmios e se apresentava como o favorito para o Oscar de Melhor Documentário. Entretanto, o documentário não foi se quer indicado naquele ano. No documentário é possível conhecer mais sobre a vida de Rogers e a influência que seu programa teve sobre as pessoas, principalmente no público infantil. O apresentador era conhecido pela delicadeza ao abordar importantes temas que fazem parte da vida como morte, separação, dentre outros. 

O filme conta ainda com Chris Cooper, Susan Kelechi Watson e Maddie Corman no elenco. O roteiro é assinado por Micah Fitzerman-Blue e Noah Harpster. Sony/Columbia é responsável pela produção. 

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Diretor, Ator, Melhor Ator Coadjuvante, Roteiro adaptado, Design de Produção. 


The Report, dirigido e escrito por Scott Z. Burns 

O filme esteve presente no Festival de Sundance e foi muito bem recebido pela crítica, recebendo 4 estrelas do The Guardian, e será novamente exibido no Festival de Toronto, o que ajuda ainda mais na repercussão e divulgação do longa. No suspense, depois do estrondo impacto político e social causado pelo 11 de setembro, os agentes especializados da CIA iniciaram uma força-tarefa de interrogatórios utilizando táticas avançadas na intenção de descobrir aqueles que estavam, de alguma forma, acobertando ou planejando o atentado.  

Adam Driver, Annette Bening, Tim Blake Neson, Matthew Rhys, Jon Hamm, Michael C. Hall, Ben McKenzie integram o elenco. O filme é produzido pela Amazon, que no passado foi responsável pela campanha de Mancheste À Beira-Mar (2016), Doentes de Amor (2017) e Suspiria (2018). 

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Ator, Melhor Atriz Coadjuvante, Roteiro original.


The Farewell, dirigido e escrito por Lulu Wang 

No longa, a família de uma doce senhora descobre que ela possui apenas mais algumas semanas de vida. Eles decidem não informá-la a respeito do diagnóstico. Em vez disso, seus filhos e netos tentam arranjar um casamento de última hora para que todos os parentes mais distantes possam vê-la por uma última vez sem que ninguém saiba o que está acontecendo de verdade. 

O filme conta com Awkwafina, Tzi Ma, Diana Li, Gil Perez-Abraham, Shuzhen Zhoue Jim Liu. A24, responsável por Lady Bird (2017), Moonlight (2016) e O Lagosta (2015), assina a produção. O filme é uma co-produção entre Estados Unidos e China.  

Pode ser indicado em: Filme, Diretora, Atriz, Atriz Coadjuvante, Roteiro original 


Dor e Glória, de Pedro Almodóvar 

O filme mais biográfico e pessoal da vida de Almodóvar foi exibido na última edição do Festival de Cannes, de onde saiu vitorioso com o prêmio de Melhor Performance Masculina para o ator Antonio Banderas. No filme, Banderas interpreta uma persona de Almodóvar, Salvador Mallo. Salvador Mallo é um melancólico cineasta em declínio que se vê obrigado a pensar sobre as escolhas que fez na vida quando seu passado retorna. Entre lembranças e reencontros, ele reflete sobre sua infância na década de 1960, seu processo de imigração para a Espanha, seu primeiro amor maduro e sua relação com a escrita e com o cinema.  

O filme é produzido pela Sony Classics (Me Chame Pelo Seu Nome) e provavelmente será o representante da Espanha no Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. A popularidade de Almodóvar e a boa recepção do filme em Cannes só reafirmam a indicação que pode conseguir, já que o diretor já foi indicado nove vezes na categoria. Além disso, Antonio Banderas é um grande favorito na categoria de Melhor Ator, já que esta é considerada ua sua melhor performance em anos. Asier Etxeandia, Leonardo Sbaraglia, Penélope Cruz, Nora Navas e Cecilia Roth compõem o elenco.  

Pode ser indicado em: Ator, Roteiro original, Filme Estrangeiro. 


A Grande Mentira, de Bill Condon  

O diretor de musicais Bill Condon dirige seu novo drama escrito por Jeffrey Hatcher, Nicholas Searle, e protagonizado por Helen Mirren e Ian McKellen. Na coprodução entre Estados Unidos e Canadá, o golpista Roy Courtnay (Ian McKellen) não resiste aplicar seu golpe mais uma vez quando conhece a recém-viúva Betty McLeish (Helen Mirren) online. Porém, à medida em que a mulher abre sua casa e sua vida para o vigarista, ele se surpreende quando começa a se importar com ela.  

O longa é produzido pela Warner Bros (Dunkirk). Russell Tovey, Jim Carter, Jóhannes Haukur Jóhannesson, Mark Lewis Jones e Michael Culkin integram elenco. Carter Burwell (Carol) é responsável pela trilha sonora. 

Pode ser indicado em: Melhor Ator, Atriz, Trilha Sonora. 


Adoráveis Mulheres, de Greta Gerwig

O novo drama de Greta Gerwig, baseado no clássico livro Little Women, de Louisa May Alcott, chegará aos cinemas em 25 de dezembro de 2019, data que compõe o calendário de filmes da temporada de premiações que ocorre entre outubro e fevereiro. No filme, As irmãs Jo (Saoirse Ronan), Beth (Eliza Scanlen), Meg (Emma Watson) e Amy (Florence Pugh) amadurecem na virada da adolescência para a vida adulta enquanto os Estados Unidos atravessam a Guerra Civil. Com personalidades completamente diferentes, elas enfrentam os desafios de crescer unidas pelo amor que nutrem umas pelas outras. 

O filme é produzido pela Sony/Columbia e o elenco ainda possui outras celebridades como Meryl Streep, Timothée Chalamet, Laura Dern, James Norton, Chris Cooper e Louis Garrel.

Além das categorias de melhor atriz e melhor atriz coadjuvante, Gerwig pode voltar a liderar entre os indicados em melhor roteiro adaptado, desde sua última indicação em 2017 com Lady Bird – Pronta Pra Voar. A trilha sonora é assinada por Alexandre Desplat (A Forma da Água) e o figurino é obra de Jacqueline Duran (Anna Karenina), ambos vencedores do Oscar. Por ser filme de época, Adoráveis Mulheres pode figurar ainda dentre as categorias técnicas como design de produção. 

Pode ser indicado em: Direção, Atriz, Atriz Coadjuvante, Roteiro adaptado, Trilha Sonora, Design de Produção, Figurino. 


Clemency, de Chinonye Chukwu 

No longa, depois de anos sendo a responsável por conduzir diversos presos ao seu destino final no corredor da morte, a guarda Bernadine Williams (Alfre Woodard) se prepara para mais uma execução, quando cria um inesperado laço afetivo. Desorientada e confusa, Bernadine começa a realizar questionamentos morais a respeito do trabalho que vem exercendo.  

Escrito e dirigido por Chinonye Chukwu, seu segundo longa chega aos cinemas americanos no dia 27 de dezembro. O elenco é composto por Alfree Woodard, Aldis Hodge, Richard Schiff, Wendell Pierce, Richard Gunne Danielle Brooks. 

O filme levou para casa o Grande Prêmio do Juri no Festival de Sundance, além de estar presente na programação do Festival de Toronto. Além disso, tem sua distribuição assinada pela Neon e produção da ACE Pictures Entertainment e Big Indie Pictures. Será exibido também no Festival de Toronto 2019.

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Diretora, Atriz, Roteiro original 


The Last Thing He Wanted, de Dee Rees 

Em 2017Mudbound foi um dos primeiros filmes da Netflix a ser indicado ao Oscar, figurando entre as categorias de Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Canção Original e Melhor Atriz Coadjuvante para Mary J. Blige. Em 2019 ela retorna com uma nova produção da Netflix, The Last Thing We Wanted, baseada em livro de mesmo nome, escrito por Joan DidionDeeReese Marco Villalobos assinam roteiro. 

O filme acompanha a história de uma jornalista que abandona a cobertura de uma campanha presidencial para ir a uma ilha ajudar o pai em um acordo de negócios que se releva cada vez mais sórdido e perigoso conforme seu envolvimento cresce. No elenco estão Anne Hathaway, Ben AffleckToby Jones, Rosie Perez, Edi Gathegi, Williem Dafoe e Carlos Leal. Tamar-kali (Mudbound) assina a trilha sonora. 

Pode ser indicado em: Melhor Diretora, Atriz Coadjuvante, Ator Coadjuvante, Roteiro adaptado, Trilha Sonora. 


Jojo Rabbit, de Taika Waititi 

No filme baseado no livro de mesmo nome escrito por Christine LeunensJojo (Roman Griffin Davis) é um jovem nazista que trata Adolf Hitler como um amigo próximo em sua imaginação. Seu maior sonho é participar da Juventude Hitlerista, um grupo pró-nazista composto por outras pessoas que concordam com os seus ideais. Um dia, Jojo descobre que sua mãe está escondendo um judeu no sótão de sua casa. Depois de várias tentativas frustradas para expulsá-lo, o jovem rebelde começa a desenvolver uma empatia pelo novo hóspede. 

Taika Waititi assina direção, roteiro e interpreta Adolf Hitler em seu novo filme. Além dele, Scarlett Johansson, Sam Rockwell, Rebel WilsonThomasin McKenzieAlfie Allen e Stephen Merchant compõem o elenco. Fox Searchlight (12 Anos de Escravidão, Grande Hotel Budapeste) é a responsável pela produção do longa. 

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Diretor, Atriz Coadjuvante, Roteiro adaptado…


Marriage Story, de Noah Baumbach 

O novo filme escrito e dirigido por Noah Baumbach acompanha um divórcio em andamento que vai de Nova Iorque até Los Angeles vivido por Adam Driver e Scarlett Johansson. O longa irá estrear no Festival de Toronto. 

Laura Dern, Merritt Wever, Mark O’Brien, Amir Talai e Emily Cass McDonnell compõem o elenco. Mark Bridges (Trama Fantasma) é responsável pelo figurino e Randy Newman (Toy Story), pela trilha sonora. A Netflix assina a produção. 

Pode ser indicado em: Melhor Filme, Atriz, Ator, Atriz Coadjuvante, Roteiro original… 


The Aeronauts, de Tom Hooper 

O diretor de A Garota Dinamarquesa (2015) retoma a parceria com Eddie Redmayne  na nova produção da Amazon. O longa é baseado em fatos reais vividos por Amelia Wren e James Glaisher.  

No ano de 1862, Amelia Wren (Felicity Jones), uma piloto de balões que desejava descobrir os segredos do paraíso, embarca em uma viagem ao lado do cientista James Glaisher (Redmayne), quebrando vários recordes no decorrer da jornada. No entanto, por terem se aproximado demais dos limites da atmosfera, os dois tiveram que batalhar por suas sobrevivências. 

 O roteiro é assinado por Jack Thorne (Extraordinário)Himesh Patel, Phoebe Fox, Vicent Perez e Anne Reid completam o elenco.  

Pode ser indicado em: Diretor, Atriz, Ator, Roteiro Original…


Dois Papas, de Fernando Meirelles 

O filme dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles irá estrear no Festival de Toronto e já é um dos cotados para a próxima edição do Oscar. O filme acompanha a relação e as diferentes visões dos dois líderes mais importantes e poderosos da Igreja Católica na época, o Papa Bento XVI (Anthony Hopkins) e o Cardeal Jorge Mario Bergoglio (Jonathan Pryce), que depois veio a ser o Papa Francisco.  

Produzido pela Netflix, o filme possui roteiro de Anthony McCarten (A Teoria de Tudo). Juan Minujin, Cristina BanegasMaría Ucedo completam o elenco. 

Pode ser indicado em: Melhor Ator, Ator Coadjuvante, Roteiro. 

Outros longas dos Festivais para ficar de olho:

  • The Goldfinch, de John Crowley;
  • The Laundromat, de Steven Soderbergh;
  • The Lighthouse, de Robert Eggers;
  • Ema, de Pablo Larraín
  • Uncut Gems, de Benny Safdie, Josh Safdie
  • Coringa, de Todd Phillips (pitaco do editor)

Acompanhe as novidades sobre o Oscar 2020 aqui.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Juliana Oliveira

Estudante de psicologia e fascinada pelo audiovisual. Acredita que o cinema seja uma arte de teor político que dá voz a quem não é ouvido. Gosta de conhecer novas culturas e acredita que o cinema seja a melhor forma para isso, expandindo assim a visão de mundo dentro se sua limitada realidade.