Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw | Listamos aqui 5 motivos para assistir ao filme

Estreia nessa quinta (01) o primeiro spin-off da franquia Velozes e Furiosos. Aqui vão 5 motivos pelos quais você não pode deixar de assistir Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw, do diretor David Leitch:

DIVERSÃO GARANTIDA

A intenção inicial de Leitch era fazer uma produção diferente da franquia original, puxando mais para o lado cômico. E a missão foi cumprida. São vários os momentos em que o trio principal, composto por Dwayne Johnson (o ‘The Rock’), Jason Statham e Vanessa Kirby, arrancam boas gargalhadas do espectador.


O TÉDIO LONGE DE VOCÊ

Hobbs & Shaw é ação pura do começo ao fim, e ação de qualidade! Tanto que você não tem tempo de ficar entediado. As cenas são tão eletrizantes que não dá nem para piscar.


OS PROTAGONISTAS TEM QUÍMICA

Como se sabe, Hobbs (Johnson) e Shaw (Statham) não se dão: um é policial, agente do Serviço Diplomático de Segurança Americano, e o outro, ex-agente da elite militar britânica. Essa rivalidade acaba formando uma dupla incrível quando os dois são obrigados a se aliar contra Brixton (Idris Elba), um anarquista geneticamente aprimorado.


OS EVENTOS SÃO DINÂMICOS

São 2h 15min de filme, mas os eventos são tão dinâmicos e a história flui tão redonda e bem amarrada que você não sente o tempo passar.


VANESSA KIRBY

A atriz de The Crown mostrou que tem competência mais do que sobrando para continuar aparecendo não só nessa franquia, mas em muitas mais. Se é uma personagem feminina forte que vocês querem, eis que vocês a tem! Interpretando Hattie, a irmã de Shaw, Kirby dá um show de atuação e se impõe diante das telas.


BÔNUS: A VOZ DE JASON STATHAM

Pode parecer estranho… Mas a voz de Jason Statham é extremamente agradável de se ouvir. Podem reparar.

Agora que vocês já têm seus motivos para assistir Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw, é só comprar a pipoca e correr para a sala de cinema. O filme estreia hoje nos cinemas brasileiros.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Flávia Leão

Cinéfila mineira que ama os filmes desde quando os clássicos da Disney ainda eram em VHS e os seriados desde que Jeffrey Lieber e J.J. Abrams inventaram Lost.