Festival de Toronto | ‘Coringa’, ‘Ford vs Ferrari’ e ‘Harriet’ estreiam no Festival de Toronto; confira a programação

Dando início ao segundo semestre do ano, após os festivais de Sundance, Berlim, Tribeca, e Cannes ocorre a segunda leva dos festivais de cinema mais importantes do mundo. Dentre eles estão o Festival de Locarno, Festival de Telluride, Festival de Veneza, Festival de Nova York e o Festival de Toronto.

No Festival de Toronto estreiam alguns dos filmes mais esperados do ano, bem como aqueles que costumam compor a temporada de premiações que dá início com o Gotham Awards em outubro e se encerra com o Oscar em fevereiro. 

Este ano o Festival de Toronto ocorre entres os dias 5 a 15 de setembro. Sua programação foi anunciada e dentre os longas mais esperados estão, na Seção de Gala: Coringa, de Todd Phillips, protagonizado por Joaquin Phoenix, que irá apresentar a transformação do comediante falido Arthur Fleck ao criminoso conhecido como Coringa; e Ford vs Ferrari, de James Mangold protagonizado por Matt Damon e Christian Bale que apresenta o designer de carros americano Carroll Shelby e o motorista Ken Miles combatendo a interferência corporativa, as leis da física e seus próprios demônios pessoais para construir um carro de corrida revolucionário para a Ford e desafiar a Ferrari nas 24 Horas de Le Mans em 1966.

Também aparecem na programaçãoA Beautiful Day in the Neighborhood, de Marielle Heller, protagonizado por Tom Hanks e Matthew Rhys, filme que apresenta a amizade entre Fred Rogers e o jornalista Tom Junod; e Harriet, de Kasi Lemmons, protagonizado por Cynthia Erivo que dá vida a Harriet Tubman, americana abolicionista, humanitária e espiã do Exército dos Estados Unidos durante a Guerra Civil Americana.

Dos 18 filmes selecionados até então, 9 são dirigido por mulheres, o que apresenta um grande aumento quando comparado aos anos anteriores. Em 2018 foram 5 de 20 filmes, em 2017 foram 7 de 20. Tal crescimento é uma resposta as revindicações na industria por mais espaço para as mulheres. Dentre as diretoras estão Chinonye Chukwu, diretora de Clemency, filme exibido no Festival de Sundance; Marielle Heller, diretora de Poderia Me Perdoar?, a animadora Jill Culton, e Marjane Satrapi autora de Pesépolis.

Na seção ‘Special Presentation’ se destacam os longas Ema, de Pablo Larrain; Jojo Rabbit de Taika Waititi; Marriage Story de Noah Baumbach; Uncut Gems, parceria dos irmãos Safdie (Bom Comportamento) com Adam Sandler; e Dois Papas, do brasileiro Fernando Meirelles. 

Há também filmes que já foram exibidos em outros festivais como Honey Boy, de Alma Har’el exibido em SundanceAmerican Woman, de Semi Chellas exibido em TribecaThe Lighthouse, de Robert Eggers, exibido em Cannes. 

Apesar da quantidade de diretoras na seção de Gala, a seção ‘Special Presentations‘ possui uma quantidade bem menor em comparação ao todo: a seção possui 6 longas dirigidos por mulheres e 32 dirigidos por homens.  

Os filmes de ambas seções competem pelo maior prêmio do festival, o People’s Choice Award, escolhido pelo público, que a partir de uma votação decidem os três primeiros lugares. Entre os vencedores anteriores estão: Green Book (2018), Três Anúncios Para um Crime (2017), La La Land (2016), O Quarto de Jack (2015), O Jogo da Imitação (2014) e 12 Anos de Escravidão (2013).

Em 2019, os organizadores do TIFF anunciaram dois novos prêmios, o TIFF Impact Award, para homenagear empresas de produção por trabalhos que tiveram impacto na indústria cinematográfica, e o Mary Pickford Award, em homenagem a uma cineasta emergente. 

Confira abaixo a programação completa:

GALA PRESENTATIONS 2019 

A Beautiful Day in the Neighborhood, de Marielle Heller (EUA)

Abominable, de Jill Culton (EUA) 

American Woman, de Semi Chellas (Canadá) 

Blackbird, de Roger Michell (Reino Unido) 

Clemency, de Chinonye Chukwu (EUA) 

Coringa, de Todd Phillips (EUA) 

Ford v Ferrari, de James Mangold (EUA) 

Harriet, de Kasi Lemmons (EUA) 

Hustlers, de Lorene Scafaria (EUA) 

Just Mercy, de Destin Daniel Cretton (EUA) 

Once Were Brothers: Robbie Robertson and The Band, de Daniel Roher (Canadá) 

Ordinary Love, de Lisa Barros D’Sa, Glenn Leyburn (Reino Unido) 

Radioactive, de Marjane Satrapi (Reino Unido) 

The Goldfinch, de John Crowley (EUA) 

The Sky Is Pink, de Shonali Bose (Índia) 

The Song of Names, de François Girard (Canadá) 

True History of the Kelly Gang, de Justin Kurzel (Austrália) 

Western Stars, de Thom Zimny, Bruce Springsteen (EUA) 


SPECIAL PRESENTATIONS 2019 

A Herdade, de Tiago Guedes (Portugal) 

Bad Education, de Cory Finley (EUA) 

Coming Home Again, de Wayne Wang (EUA/ Coreia do Sul) 

Dolemite Is My Name, de Craig Brewer (EUA) 

Dor e Glória, de Pedro Almodóvar (Espanha) 

Ema, de Pablo Larraín (Chile) 

Endings, Beginnings, de Drake Doremus (EUA) 

Frankie, de Ira Sachs (França/Portugal) 

Greed, de Michael Winterbottom (Reino Unido) 

Guest of Honour, de Atom Egoyan (Canadá) 

Heroic Losers (La odisea de los giles), de Sebastian Borensztein (Argentina/Espanha) 

Honey Boy, de Alma Har’el (EUA) 

Hope Gap, de William Nicholson (Reino Unido) 

How to Build a Girl, de Coky Giedroyc (Reino Unido) 

I Am Woman, de Unjoo Moon (Austrália) 

Jojo Rabbit, de Taika Waititi (EUA) 

Judy, de Rupert Goold (Reino Unido) 

Knives Out, de Rian Johnson (EUA) 

La Belle Époque, de Nicolas Bedos (França) 

Marriage Story, de Noah Baumbach (EUA) 

Military Wives, de Peter Cattaneo (Reino Unido) 

Motherless Brooklyn, de Edward Norton (EUA) 

No.7 Cherry Lane, de Yonfan (Hong Kong) 

Parasite (Gisaengchung), de Bong Joon-ho (Coreia do Sul) 

Pelican Blood (Pelikanblut), de Katrin Gebbe (Alemanha/Bulgária) 

Portrait of a Lady on Fire (Portrait de la jeune fille en feu), de Céline Sciamma (França) 

Saturday Fiction (Lan Xin Da Ju Yuan), de Lou Ye (China) 

The Friend, de Gabriela Cowperthwaite (EUA) 

The Laundromat, de Steven Soderbergh (EUA) 

The Lighthouse, de Robert Eggers (EUA) 

The Other Lamb, de Malgorzata Szumowska (Bélgica/Irlanda/EUA) 

The Painted Bird, de Václav Marhoul (República Tcheca/Ucrânia/Eslováquia) 

The Personal History of David Copperfield, Armando Iannucci (Reino Unido) 

The Report, de Scott Z. Burns (EUA) 

Dois Papas, de Fernando Meirelles (Reino Unido) 

Uncut Gems, de Benny Safdie, Josh Safdie (EUA) 

Weathering With You, de Makoto Shinkai (Japão) 

While at War (Mientras Dure La Guerra), de Alejandro Amenábar (Espanha/Argentina) 

Acompanhe aqui mais informações sobre a 44ª edição do Festival de Toronto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Juliana Oliveira

Estudante de psicologia e fascinada pelo audiovisual. Acredita que o cinema seja uma arte de teor político que dá voz a quem não é ouvido. Gosta de conhecer novas culturas e acredita que o cinema seja a melhor forma para isso, expandindo assim a visão de mundo dentro se sua limitada realidade.