Bilheteria no Brasil | ‘Aladdin’ lidera e ‘MIB: Internacional’ fica em segundo lugar; veja o top 10

Aladdin, dirigido Guy Ritchie, está de volta à liderança da bilheteria no Brasil (13 a 16 de junho). Entrando em sua quarta semana em cartaz, o filme da Disney arrecadou R$ 6.9 milhões, sendo exibido em 446 salas de cinema.

A produção é uma nova versão do clássico de 1992, contando a história do jovem Aladdin, que se apaixona pela princesa Jasmine e usa o poder do Gênio da lâmpada mágica para que fiquem juntos. Aqui no Brasil, Aladdin já faturou R$ 65.4 milhões e, ao redor do mundo, US$ 727 milhões.

Leia a nossa crítica.

Em segundo lugar, ficou MIB: Internacional, a estreia da semana. O longa, estrelado por Chris Hemsworth e Tessa Thompson, faturou R$ 6.7 milhões desde a última quinta-feira, sendo exibido em 321 salas de cinema. Na bilheteria total, já arrecadou US$ 103.7 milhões.

O reboot, dirigido por  F. Gary Gray, continua apresentando as missões dos Homens de Preto no combate aos diferentes seres que vêm de fora do planeta Terra.

Leia a nossa crítica.

Entrando na terceira semana em cartaz, X-Men: Fênix Negra arrecadou R$ 4.8 milhões da última quinta até domingo, conquistando, assim, a terceira posição da lista. Ele está sendo exibido em 289 salas de cinema.

Ao redor do mundo, o longa dirigido por Simon Kinberg faturou US$ 204.5 milhões. Aqui no Brasil, tem no total R$ 21.1 milhões.

Leia a nossa crítica.

O quarto colocado foi Patrulha Canina: Super Filhotes, que também está na sua terceira semana em cartaz. Faturou no período analisado, R$ 1.8 milhão em 252 salas de exibição. No total, já arrecadou R$ 4.8 milhões.

A animação conta a história de Chase, Marshall, Skye, Ryder e Rubble, que após a queda de um meteoro, ganham super poderes.

Fechando o top 5, Rocketman, que está entrando em sua quarta semana em cartaz. O filme, dirigido por Dexter Fletcher, mostra a fantástica jornada de transformação do tímido garoto e pianista prodígio Reginald Dwight no superstar internacional Elton John (interpretado por Taron Egerton), uma das figuras mais icônicas da cultura pop.

O longa arrecadou R$ 1.7 milhão no período de quinta a domingo, em 297 salas de cinema. No Brasil, já faturou R$ 10.9 milhões. Ao redor do mundo, conquistou US$ 133.7 milhões.

Leia a nossa crítica. 

O sexto colocado é o longa de Pedro Almodóvar, Dor e Glória, que está na sua segunda semana em cartaz. Estrelado por Antonio Banderas e Penélope Cruz, a história segue o personagem Salvador Mallo, um cineasta em crise que começa a refletir sobre o seu passado.

Através de 616 salas de cinema, o filme faturou 692 mil reais. No Brasil, a bilheteria total é R$ 725 mil. Ao redor do mundo, foram US$ 15 milhões arrecadados.

A sétima posição ficou com Vingadores: Ultimato, que está entrando na sua nona semana em cartaz. O 22º filme da Marvel no MCU faturou 692 mil reais através de 203 salas de cinema. No Brasil, a bilheteria total é de R$ 336.4 milhões. Ao redor do mundo, já conquistou US$ 2.742 bilhões. Aos poucos, o grupo de heróis mais poderosos da Terra vai se aproximando do líder Avatar (US$ 2.787 bilhões), de James Cameron.

Leia a nossa crítica.

O oitavo colocado foi Juntos Para Sempre, de Gail Mancuso. A sequência de Quatro Vidas de Um Cachorro (2017) arrecadou em sua terceira semana em cartaz R$ 457 mil aqui no Brasil, através de 91 salas de cinema. No total, sua bilheteria é de R$ 2.1 milhões. Ao redor do mundo, possui US$ 62 milhões.

O Festival Varilux de Cinema Francês ficou em nono lugar. A 10ª edição do festival começou no dia 6 de junho e exibiu 18 filmes em mais de 75 de sessões. Alguns desses foram Amor à Segunda Vista, Através do Fogo, Boas Intenções, Finalmente Livres, entre outros. A última sessão será do filme Os Dois Filhos de Joseph, de Félix Moati.

De quinta à domingo, o Festival arrecadou R$ 425 mil com 379 salas de exibição disponíveis.

Fechando o Top 10, Obsessão, com Chloë Grace Moretz e Isabelle Huppert. Foram R$ 363 mil arrecadados ao redor de 152 salas. Ao redor do mundo, foram US$ 15.5 milhões faturados.

O filme conta a história de Frances (Grace Moretz), cuja mãe acabou de falecer. Um dia ela encontra uma bolsa perdida no metrô e a devolve a sua dona, Greta (Isabelle), uma senhora viúva. No entanto, essa acaba criando uma obsessão pela jovem.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.