Crítica | ‘Pokémon: Detetive Pikachu’ consegue divertir graças ao carisma gigante dos Pokémons


Reviewed by:
Rating:
4
On 13 de maio de 2019
Last modified:13 de maio de 2019

Summary:

Pokémon: Detetive Pikachu consegue agradar tanto aos fãs de longa data, quanto ao público casual, mesmo com o grande número de clichês de filmes parecidos.

Pokémon: Detetive Pikachu chegou aos cinemas com difíceis tarefas, pois além de trazer todo o clima do mundo Pokémon para os cinemas, o filme precisava fazer isso contando uma história paralela a dos games e que não envolve (pelo menos não de uma maneira direta) as já conhecidas caças aos Pokémons. E além disso, havia também o desafio de fazer o que várias outras adaptações de jogos para o cinema não fizeram, não ser no máximo um filme mediano.

O filme conta a história de Tim Goodman, interpretado por Justice Smith de Jurassic World: Reino Ameaçado, um jovem que, ao receber a notícia da morte de seu pai em um acidente, decide visitar seu apartamento e passa a desconfiar de que há algo por trás de sua morte. E para isso ele irá contar com a ajuda do detetive Pikachu (dublado por Ryan Reynolds, o Deadpool), que além de falar e ser viciado em café, demostra ter alguma conexão com o acidente.

Apesar da trama digna de um filme de mistério e de seus vários plot twists, o longa dirigido por Rob Letterman (diretor de outros filmes como O Espanta Tubarões e As Viagens de Gulliver) tem preferência ao tom de ação e comédia, no que resulta não só em ótimas cenas de batalhas entre Pokémons e em cenas de fuga que são fantásticas no aspecto visual, mas também em ótimos diálogos entre os dois personagens principais, que rendem cenas que conseguem tirar umas risadas. Principalmente em cenas e em diálogos que fazem piadas com os vários clichês de filmes do gênero, que inclusive acontecem em seu próprio filme (além de uma ótima cena que,  faz referência a música de abertura do clássico desenho).

O destaque do filme são os Pokémons e o Pikachu de Ryan Reynolds, que não só consegue roubar a atenção em todas as cenas que aparece, mas também tem sua ausência sentida em momentos em que não aparece, o que também evidência um dos problemas dos filmes, seus personagens humanos.

Enquanto o roteiro prioriza a apresentação dos Pokémons, não só ao público geral, mas mostrando referências que só os fãs entenderão, o mesmo não acontece com os personagens humanos. Os famosos mascotes são apresentados cheios de carisma, personalidades únicas e até bem complexas. Já seus parceiros humanos recebem tratamentos vazios, apresentando uma variedade de personagens esquecíveis.

Mesmo contando com inúmeros clichês de filmes do gênero e com personagens humanos esquecíveis, Pokémon: Detetive Pikachu é um divertido filme de aventura ao contar com o grande carisma dos clássicos Pokémons e de seu Pikachu falante, que ganha o público já em suas primeiras cenas.

POKÊMON: DETETIVE PIKACHU | POKÉMON DETECTIVE PIKACHU
4

RESUMO:

Pokémon: Detetive Pikachu consegue agradar fãs de longa data e o público casual, mesmo com o grande número de clichês dos filmes do mesmo gênero.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Matheus Ribeiro

Paulista, jornalista em formação, gamer e viciado em filmes e séries. Acredita que boas histórias nos ajudam a conhecer não só a maneira que a sociedade funciona, mas a conhecer a nós mesmos.