One Thousand Paper Cranes | Evan Rachel Wood será protagonista em filme sobre sobrevivente de Hiroshima

De acordo com informações daVariety, a protagonista de Westworld, Evan Rachel Wood, será protagonista de One Thousand Paper Cranes, ao lado de Jim Sturgess (A Viagem, 2012) e Shinobu Terajima ( Oh Lucy!, 2017). O filme conta a história de uma sobrevivente da bomba de Hiroshima, Sadako Sasaki, e da autora que levou sua jornada para as páginas de um best-seller.

O longa adaptará a obra homônima da autora Eleanor Coerr, baseada em uma história real. A obra é conhecida no Brasil como “Sadako e os Mil Pássaros de Papel”.

Nascida em Hiroshima, Sadako adoece gravemente de leucemia, um efeito tardio da bomba atômica que caiu na sua cidade quando ela era apenas um bebezinho em 1945. Ela começa a dobrar pássaros de papel, pois uma antiga lenda japonesa diz que se uma pessoa doente dobrar mil pássaros, os deuses concederão seu desejo e a tornarão saudável novamente.

Coerr, uma aspirante a jornalista e jovem mãe, aprende sobre a garota e se torna determinada a compartilhar sua história com o mundo. O livro infantil da autora canadense-americano alcançou o status de clássico após sua publicação em 1977. Ele permanece amplamente lido. Já a história de Sadako fez com que fosse criado um memorial para ela no Parque da Paz de Hiroshima.

Richard Raymond (O Dançarino do Deserto, 2014) será o diretor, com roteiro de Ben Bolea (Souls of Totality, 2018). Ian Bryce (O Resgate do Soldado Ryan) produzirá ao lado de Raymond e Irene Yeung. Evan Rachel Wood viverá a escritora, enquanto Shinobu Terajima será Sadako.

Os produtores irão apresentar o projeto a possíveis compradores no Festival de Cannes. As filmagens do longa estão agendas para acontecer ainda este ano.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...