Primeiras Impressões | ‘Rocketman’ promete ser tão incrível quanto a trajetória de Elton John

Elton John é um daqueles artistas. Que permanecem, que perpetuam. Não importa a geração, “Rocket Man” sempre proporciona aquela sensação familiar e de nostalgia.

E a primeira impressão sobre sua biografia combina o protagonista: incrível. O filme irá contar sua história desde criança, quando teve sua primeira aproximação com a música como um aluno prodígio até sua ascensão.

Também fica claro que será abordada sua queda, seu envolvimento com as drogas e o álcool. E o principal, sua volta por cima, elemento que gostaríamos de ver mais em cinebiografias sobre outros artistas igualmente inesquecíveis.

Nos minutos disponibilizados, constata-se também uma potencial ótima atuação de Taron Egerton (mas somente vendo o longa inteiro poderia afirmar). O ator realmente canta em muitas cenas e ele é, inclusive, elogiado pelo próprio Elton John, que aparece dizendo que ninguém canta suas músicas melhor que Taron.

Taron Egerton como Elton John – Paramount Pictures

Trajes coloridos, espalhafatosos e cheios de brilho. Cenários com cores fortes e coreografias ensaiadas. O clima “musical” está estampado nos poucos minutos apresentados. O “tudo é possível”, o sonho, o surreal, características do gênero, estão presentes.

Tudo isso pode ser visto na representação do primeiro show de Elton no Troubador, Los Angeles, Hollywood. Em meio à apresentação, o cantor e a platéia levitam ao som da música. As metáforas e o descolamento da realidade estão permitidos. Afinal, o que é a arte senão nos teletransportar para além do conhecido e do concreto?

Rocketman estreia dia 30 de maio.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Isa Carvalho

Jornalista e estudante de cinema. Acredita que o cinema é um documentário de si mesmo, em que o impossível torna-se parte do real. "Como filmar o mundo se o mundo é o fato de ser filmado?"