Capitã Marvel | Início do filme quase foi outro, diz co-diretor Ryan Fleck

Essa matéria contém spoilers sobre o novo filme da Marvel, Capitã Marvel. Se você ainda não assistiu ao filme, vá ao cinema e volte aqui mais tarde. Se você ainda não viu o filme, mas gosta de spoilers, a escolha é sua.

O longa da super-heroína da Marvel quase começou de outra forma segundo o co-diretor, Ryan Fleck. Ao invés de apresentar Carol Danvers (Brie Larson) treinando em Hala com Yon-Rogg (Jude Law), o filme teria um início que faria referência ao clássico Top Gun: Ases Indomáveis, estrelado por Tom Cruise.

Ao Empire, Fleck disse:

“O roteiro original começava com combates simulados e ela nos aviões. Havia toda uma sequência no estilo Top Gun que estávamos planejando filmar por um tempo. Por mais que esta teria sido uma ótima introdução a Carol e Maria Rambeau – e eu acho que teria sido divertido para o público conhecê-las como humanas, na Terra – o problema é que o público já estaria muito avançado na história.”. Ele complementa: Você já saberia, e já sentiria, que ela é humana. E quando ela está descobrindo seu passado e se sentindo assustada por isso, acho que é bem mais eficaz.”

Capitã Marvel, dirigido por Anna Boden e Ryan Fleck, conta a origem de Carol Danvers no MCU. Além de Brie Larson e Jude Law, o filme também conta com  Samuel L. Jackson, Lee PaceBen MendelsohnClark Gregg, Gemma Chan, Annette Bening e Djimon Hounsou.

O longa, que está em cartaz no cinemas, tornou-se a segunda maior estreia de todos os tempos aqui no Brasil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.