Divino Amor | Carnaval é substituído por rave gospel em 2027

O longa Divino Amor, de Gabriel Mascaro, teve uma cenainédita lançada (confira abaixo). O longa estreou no Festival de Sundance em janeiro e recebeu boas críticas da imprensa.

Sobre a cena divulgada, Mascaro pontua: “muitos filmes que se passam no futuro tendem a problematizar a tecnologia. Em Divino Amor eu tentei fazer um breve deslocamento temporal e se passa num futuro próximo, mas sem ter a tecnologia como centro da narrativa. Concentrei o universo do filme numa mudança cultural profunda ao retratar um Brasil onde o Carnaval perde espaço para a Festa do Amor Supremo, uma rave gospel. Isso nos possibilita especular um Brasil tomado por outras referências culturais, políticas e ideológicas num 2027 que está logo aí…”.

O longa conta a história de uma mulher profundamente religiosa que é escrivã de cartório e usa sua posição no trabalho para tentar salvar casais que chegam para se divorciar. Joana (Dira Paes) faz tudo em nome de um projeto maior de fé dentro da fidelidade conjugal. Enquanto espera por um sinal em reconhecimento pelos seus esforços, é confrontada com uma crise no seu próprio casamento que termina por deixá-la ainda mais perto de Deus.

Além dos festivais de Sundance e Berlim, o longa foi selecionado para o 36º Miami Film Festival (Estados Unidos), Festival Internacional de Cinema de Guadalajara (México) e 22ª Festival de Cinema Luso-Brasileiro (Portugal).

Dira Paes (“Redemoinho”) estrela o filme ao lado de Emílio de Melo (indicado ao Emmy Award pela série “Psi”, da HBO), Julio Machado (“Joaquim”), Thalita Carauta (“O Lobo atrás da porta”), Mariana Nunes (“Carcereiros”), Teca Pereira (“Duas Caras”) e Tuna Duek (“Meu Amigo Hindu”). O filme é uma coprodução entre Brasil, Uruguai, Chile e Dinamarca.

SINOPSE

Brasil, 2027. Uma devota religiosa usa seu ofício num cartório para tentar dificultar os divórcios. Enquanto espera por um sinal divino em reconhecimento aos seus esforços é confrontada com uma crise no seu casamento que termina por deixá-la ainda mais perto de Deus.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...