X-Men: Fênix Negra | Diretor explica o grande spoiler revelado em novo trailer

Foi revelado pela Fox um novo trailer (veja abaixo) de X-Men: Fênix Negra, segundo filme da franquia a adaptar o famoso arco da personagem Jean Grey (Sophie Turner). No longa, heróis e vilões terão de se unir para enfrentar uma versão super poderosa de Jean Grey. E mais do que isso, uma morte super importante é mostrado. Se você não viu, pare por aqui.

Em entrevista ao EW, o diretor e roteirista Simon Kinberg falou sobre a decisão de matar a Mística, uma das principais personagens da nova franquia, vivida por Jennifer Lawrence. Pelo visto, spoiler não é um problema para ele:

“Bem, o processo de pensamento por trás disso foi principalmente mostrar que este é um filme que é diferente de outros filmes X-Men. É um filme onde coisas chocantes acontecem, onde coisas intensas e dramáticas acontecem. As pessoas não caem dos prédios e se limpam e vão embora. Há uma realidade para este filme e uma conseqüência para este filme. Mais do que isso, foi para mostrar que Jean/Fênix Negra é genuinamente uma ameaça para todos, incluindo os X-Men.”

Ainda sobre a decisão de eliminar uma personagem importante da franquia, ele afirmou ser a morte perfeita do personagem para avançar na trama:

“Eu tive muitas emoções sobre isso. Eu estava obviamente triste com isso, como amigo de Jen, e também como fã de Jen como atriz. Mas eu senti que era a coisa mais forte e mais dramática para o filme, e às vezes você tem que tomar essas decisões difíceis para atender a história maior. E a história maior é realmente Jean se descontrolando, perdendo o controle porque ela é mais poderosa do que qualquer outra pessoa no mundo. Para dramatizar isso corretamente, você tem que mostrar uma perda real, você tem que mostrar uma dor real e mostrar ameaça real. Eu não queria fazer isso explodindo um prédio com pessoas anônimas. Tinha que se parecer muito pessoal para os X-Men, e eu queria que fosse algo que iria fraturar os X-Men também. Mística é alguém que em nosso universo faz parte dos X-Men e faz parte do mundo de Magneto.

A morte é bastante parecida com a do Professor Xavier ( Patrick Stewart ), que morreu em X-Men: O Confronto Final , cujo roteirista foi o próprio Kinberg. Mesmo com as semelhanças, ele afirma que a cena não é uma homenagem ao terceiro longa da franquia original:

“Quando eu estava escrevendo, não estava consciente disso, para ser honesto com você. Quando comecei a editá-lo e você passa de puramente criativo a um pouco mais objetivo depois de terminar um rascunho, eu fiquei tipo “Ah sim, isso é algo do X-Men 3 .” Mas certamente não é uma homenagem, e é uma sequência muito diferente.

Veja o trailer e a cena:

“Em ‘Fênix Negra’, os X-Men enfrentam seu inimigo mais formidável e poderoso: Jean Grey. Durante uma missão de resgate no espaço, Jean quase morre ao ser atingida por uma misteriosa força cósmica. Quando ela volta para casa, essa força não só a torna mais poderosa, mas muito mais instável. Lutando com essa entidade dentro de si, Jean libera seus poderes de uma maneiras que não pode compreender nem conter. Com Jean perdendo o controle e ferindo aqueles que ela mais ama, ela começa a devastar a própria força que une os X-Men. Agora, com essa família caindo aos pedaços, eles devem encontrar uma maneira de se unir – não apenas para salvar Jean, mas também o nosso próprio planeta, ameaçado por alienígenas que desejam usar essa força e governar a galáxia.”

Simon Kinberg dirige e assina o roteiro de X-Men: Fênix Negra. Situado em 1992, dez anos após os eventos de X-Men: Apocalipse, o longa terá a volta de vários mutantes como Mística (Jennifer Lawrence), Fera (Nicholas Hoult), Tempestade (Alexandra Shipp), Noturno (Kodi Smit-McPhee), Mercúrio (Evans Peters), Charles Xavier (James McAvoy), Jean Grey (Sophie Turner), Magneto (Michael Fassbender), Ciclope  (Tye Sheridan ). Jessica Chastain se junta ao elenco como a vilã Smith.

X-Men: Fênix Negra estreia nos cinemas dia 14 de fevereiro de 2019.

X-Men: Fênix Negra

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...