Cinema | Filmes em cartaz: estreias da semana – 28 de fevereiro

Confira abaixo as estreias da semana e os filmes que entram em cartaz em 28 de fevereiro, nos cinemas brasileiros:

A CAMINHO DE CASA

Narra a comovente aventura de Bella, uma cachorrinha que se lança numa viagem épica de mais de 600km de volta para casa, depois de se ver separada de seu querido humano, Lucas, um jovem estudante de Medicina e voluntário no Hospital dos Veteranos. Bella afeta a vida de muitos ao longo de sua determinada expedição; de uma filhotinha órfã de puma a um veterano sem-teto no fundo do poço, Bella traz alegria e consolo a todos aqueles que conhece com sua fé e seu espírito único.

Direção: Charles Martin Smith. Livre.


A CASA DE VERANEIO

Uma propriedade linda e grande na Riviera francesa. Um lugar que parece fora do tempo e protegido do restante do mundo. Anna e sua filha irão passar alguns dias de férias neste paraíso. Entre sua família, amigos e empregados, Anna tem que lidar com o recente término de seu relacionamento, e escrever seu próximo filme que todos insistem para que ela desista da ideia. Por trás do riso e da raiva, aparecem os segredos, os medos e os desejos.

Direção: Valeria Bruni-Tedeschi. 14 anos.


A MALDIÇÃO DA FREIRA

Baseado em uma história real, o filme se passa no outono de 1960, quando os padres Thomas Riley e John Thornton foram enviados pelo Vaticano para investigar um evento milagroso em um lar irlandês, feito para órfãs, grávidas solteiras e mulheres com distúrbios mentais. Quando conhecem uma adolescente grávida, com sinais de possessão demoníaca, descobrem algo terrível: algumas portas não devem ser abertas.

Direção: Aislinn Clarke. 14 anos.


CALMARIA

Na trama, Baker Dill (McConaughey) ganha a vida levando turistas para pescar em seu barco ao lado de Duke (Djimon Hounsou). Essa vida, até então pacata, muda quando Karen (Hathaway), a mulher que o abandonou anos atrás para se casar com um poderoso empresário, aparece na ilha com uma proposta inesperada. O presente e o passado se entrelaçam e envolvem o espectador em um mistério cada vez mais intrigante.

Direção: Steven Knight. 14 anos.


CINDERELA POP

Cintia tinha uma família perfeita e era uma menina totalmente romântica, até que flagra seu pai traindo sua mãe, o que a faz desacreditar do amor. Mas esse é o estopim para a vida de Cintia mudar e a princesa moderna vai em busca de seu sonho: tornar-se uma DJ de sucesso.

Direção: Bruno Garotti. Livre.


CRIMES OBSCUROS

O policial Tadek investiga um caso de assassinato não resolvido e encontra semelhanças do crime em um livro do artista polonês. Ele começa a investigar a vida do escritor e da sua namorada, uma mulher misteriosa que trabalha num sex club. Sua obsessão aumenta e Tadek fica cada vez mais atormentado, entrando num submundo de sexo, mentiras e corrupção.

Direção: Alexandros Avranas. 18 anos.


NÃO OLHE

Thriller psicológico estrelado por India Eisley, Mira Sorvino e Jason Isaacs, conta a história de Maria (Eisley), uma tímida estudante de 18 anos que se sente renegada por seus pais e marginalizada por seus colegas. Solitária e insegura, ela se abre para seu reflexo no espelho, apenas para descobrir que o reflexo tem uma mente própria. À medida que o isolamento de Maria piora em casa e na escola, seu relacionamento com o alter ego no espelho se intensifica.

Direção: Assaf Bernstein. 16 anos.


O SILÊNCIO DOS OUTROS

Revela a luta épica das vítimas dos 40 anos da ditadura espanhola sob o comando do general Franco, enquanto organizam um processo internacional inovador e lutam contra um “pacto de esquecimento” em torno dos crimes que sofreram. Um poderoso e poético conto preventivo sobre o fascismo e os perigos de esquecer o passado.

Direção: Robert Bahar, Almudena Carracedo. 12 anos.


TÁ RINDO DE QUÊ? HUMOR E DITADURA

No período da ditadura militar, mesmo com toda a brutalidade, truculência e obscurantismo inerentes aos regimes de exceção, muita gente fez rir. O humor serviu como arma de resistência, mas também como válvula de escape, criou formas de driblar patrulhas e censuras, revolucionou linguagens, criou, debochou, divertiu, foi perseguido, proibido, encarcerado e, ainda bem, riu por último.

Direção: Cláudio Manoel, Alvaro Campos, Alê Braga. 14 anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Jornalista com experiência em redação para Revistas Especializadas e produção de conteúdo para websites, redes sociais e roteiros para vídeos. Tudo com foco em cinema. Apaixonada pela sétima arte!