É HOJE! O que esperar da cerimônia do Oscar em 2019?

O Oscar 2019 está chegando! Essa edição do maior prêmio do cinema nem aconteceu ainda, mas já passou por várias reviravoltas. Além disso, a lista de indicados contou com algumas surpresas bem agradáveis e com algumas sérias esnobadas. Faz parte.

Para não se perder, preparamos essa lista com o que podemos esperar da próxima cerimônia do Oscar. Veja abaixo:

OSCAR PARA A MARVEL?

Vingadores: Guerra Infinita – Marvel Studios

Será? No ano de 2017, algo surpreendente aconteceu com o grande rival da Marvel nos cinemas. Esquadrão Suicida ganhou o Oscar na categoria Melhor Maquiagem e Penteado. Ou seja, nessa disputa a DC saiu na frente. Tudo bem, foi uma vitória questionável, tendo em vista os outros dois indicados – Um Homem Chamado Ove e Star Trek: Sem Fronteiras.

Porém, a Marvel chegou com força esse ano. Além de Vingadores: Guerra Infinita (Melhores Efeitos Visuais), há o líder Pantera Negra, que se tornou o primeiro filme de super-herói a ser indicado à categoria de Melhor Filme. Merecido!

Levando em consideração o desempenho dos dois sucessos de bilheteria do ano passado nessa temporada de premiações, a Marvel e o Kevin Feige podem ficar bem tranquilos, pois o primeiro Oscar vem! Pelo menos DC e Warner parecem estar um um pouco afastados dessa competição.

Veja aqui porque a indicação de Pantera Negra acabou incomodando algumas pessoas.


QUEEN

Queen e Adam Lambert se apresentam em show

Recentemente, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou que a cerimônia de 2019 contará com um show da banda Queen e seu novo vocalista Adam Lambert. Primeiro a banda recusou o convite, mas depois aceitou. O motivo ninguém revelou.

Por mais que seja legal a ideia de assistir ao Oscar com a apresentação de uma das maiores bandas de todos os tempos (que certamente vai tocar “Bohemian Rhapsody”, pode anotar!), a notícia veio com algumas críticas. Essas estavam relacionadas à tentativa dos produtores da ABC e da Academia de reduzir o tempo de duração da premiação. Mais de três horas não é para qualquer um!

Algumas medidas polêmicas chegaram a ser tomadas, como apresentar duas canções originais apenas, ao invés dos 5 indicados como dizia a tradição, e anunciar 4 categorias durante o intervalo. Ainda bem que voltaram atrás dessas decisões. Fato é que a Academia vai fazer mágica, porque é a única forma de incluir um show desses (e que show!) é ainda reduzir ainda mais o tempo de duração da cerimônia.

Bohemian Rhapsody, que conta a história de Freddie Mercury e da banda Queen, recebeu 5 indicações esse ano, incluindo Melhor Filme e Melhor Ator (Rami Malek). O longa, dirigido por Bryan Singer, enfrentou algumas polêmicas, relacionadas à falta de profissionalismo do diretor e acusações de comportamento inapropriado e abuso sexual por parte dele. No entanto, o filme foi um sucesso e se tornou a cinebiografia musical de maior bilheteria da história.

Veja a nossa crítica do filme.


CERIMÔNIA MAIS DINÂMICA

Jimmy Kimmel apresentou a 90ª edição do Oscar

 

Como já foi mencionado, não tem sido um ano tranquilo para a Academia. No fim do ano passado, foi anunciado que Kevin Hart seria o anfitrião de 2019. Mas isso não durou muito tempo. Depois de alguns tweets antigos e homofóbicos do comediante voltarem à tona, ele foi pressionado pela Academia para se desculpar, mas acabou não fazendo isso. A vaga de anfitrião voltou a ficar aberta. E parece que vai continuar assim.

Outro anúncio foi realizado um tempo depois. A cerimônia do Oscar 2019 não contaria com um anfitrião (whaaatt???). A última vez que isso ocorreu foi em 1989. É difícil que alguém que esteja lendo isso tenha visto essa cerimônia, ou pelo menos se lembre. Portanto, será uma grande surpresa para todos. Fato é que não vamos ver o monólogo de abertura ou os segmentos cômicos que costumavam acontecer ao longo da premiação. Será um evento mais direto, mais simples e, talvez, mais rápido.

Veja aqui alguns apresentadores da cerimônia já revelados.


OSCAR PARA A NETFLIX?

The Ballad of Buster Scruggs – Netflix

A primeira vitória da Netflix na maior premiação do cinema foi em 2017 – Melhor Documentário em Curta-Metragem por Os Capacetes Brancos. No ano seguinte, conquistou outra estatueta dourada na categoria Melhor Documentário por Ícaro. Mas se tem um ano que vai entrar para a história do serviço de streaming é o de 2019. Foram 15 indicações! QUINZE! Sendo que 10 foram para Roma, de Alfonso Cuarón, incluindo Melhor Filme.

Em segundo lugar veio uma das grandes surpresas dos indicados, The Ballad of Buster Scruggs, de Joel e Ethan Coen, com 3 indicações (Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Figurino e Melhor Canção Original). Depois, os dois documentários em curta-metragem, Absorvendo o Tabu e A Partida Final (que já estão disponíveis na plataforma).

Esse grande desempenho mostra que a Academia está começando a se abrir mais para projetos que não foram feitos necessariamente para serem exibidos nos cinemas. Embora esses indicados tenham ganhado exibições de curta duração em alguns cinemas nos EUA. No caso de Roma, ele foi selecionado para o Festival de Veneza do ano passado, inclusive ganhou o Leão de Ouro, principal prêmio do evento.

Tendo em vista as vitórias de Roma ao longo da temporada de premiações, a Netflix vai conseguir ganhar mais algumas estatuetas esse ano. O longa de Cuarón é a principal aposta em várias categorias. É… agora você não tem mais a desculpa de que é difícil encontrar os filmes do Oscar. É só entrar na Netflix.

Veja as nossas críticas de Roma e The Ballad of Buster Scruggs.


CRÍTICAS E PROTESTOS

Mery Streep discursa no Globo de Ouro em 2017

O Oscar é um dos maiores eventos do ano, exibido em diversos países ao redor do mundo. É um dia em todos os olhares se voltam para Hollywood. E por isso, é um dia em que os maiores artistas do cinema escolhem para fazerem discursos comoventes e repletos de críticas políticas ou à própria indústria.

Os dois últimos foram repletos de manifestações, principalmente, pelo atual contexto político dos EUA e pelos movimentos que pedem igualdade e maior representatividade que têm ganhado força. É uma situação que já podemos esperar no próximo domingo.

Além disso, depois das medidas criadas pela Academia – e que, de novo, ainda bem que foram revogadas! – que, por exemplo, excluía da cerimônia 4 categorias (Fotografia, Edição, Curta e Maquiagem e Penteado), podemos esperar algumas críticas à premiação. O diretor Alfonso Cuarón se posicionou contrário à essa decisão, assim como seu amigo Guillermo del Toro.

A cerimônia do Oscar será realizada no dia 24 de fevereiro. Aproveite e participe do nosso bolão!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.