Lista | Os monstros e as criaturas mais icônicas do cinema

A magia que gira em torno do cinema reside nas histórias que são contadas através das lentes. Independente do estilo cinematográfico ou das características, uma narrativa bem contada sempre gera um bom filme. A beleza da sétima arte transcende o gênero da obra e foca na qualidade dos detalhes e nas possibilidades que existem ao explorar diferentes perspectivas. Além da qualidade do argumento, do diretor ou diretora, dos atores e atrizes, existe uma característica importante nos filmes que ajudam a cativar o interesse do público: o personagem.

O personagem pode ser uma pessoa, um animal, seres inventados, um lugar ou até uma situação, mas o seu impacto é sempre emblemático. O cinema é repleto deles, sejam protagonistas, antagonistas ou meros coadjuvantes. Dentro dessa categoria, existe um seleto grupo de criaturas que transformaram o cinema com suas características peculiares. Em clima de homenagem à importante contribuição destes seres, que marcaram gerações, para a cultura pop, selecionamos os monstros mais icônicos de todos os tempos. Confira abaixo a lista:

Drácula (1931)

O vampiro mais famoso do cinema fez sua primeira aparição nas telonas ainda em preto e branco. Dirigido por Tod Browning, o filme é um dos clássicos monstros da Universal Studios. O personagem foi retratado em outras obras cinematográficas, como em O Drácula de Bram Stoker (1992), dirigido por Francis Ford Coppola.


Frankenstein (1931)

O segundo monstro da Universal da nossa lista foi dirigido por James Whale. É um clássico baseado na obra de Mary Shelley. Frankenstein também apareceu em diversas outras produções, entre elas Van Helsing (2004) e a série Penny Dreadful (2016).


A Múmia (1932)

Talvez o personagem tenha ficado famoso pela sua recente versão de 1999, estrelada por Brendan Fraser. Porém, o personagem é bem mais antigo. O terceiro monstro clássico da Universal dessa lista apareceu pela primeira vez na obra cinematográfica de Karl Freund.


King Kong (1933)

O gorila gigante que habita a Ilha da Caveira é um dos personagens mais marcantes da história do cinema. A cena em que ele se despede de sua amada em cima do Empire States é memorável até os dias de hoje. King Kong ganhou mais duas versões, uma em 1976 e a mais moderna, dirigida por Peter Jackson, em 2005. Em 2017, Kong ganhou mais um filme em Kong: A Ilha da Caveira. Porém, a história foge um pouco da versão original.


O Lobisomem (1941)

Dirigido por George Waggner, a criatura metade homem metade lobo entrou no imaginário de todos. Além de ser um pesadelo em noites de lua cheia, o personagem se tornou símbolo do terror. A versão de 2010, dirigida por Joe Johnston, também é muito boa. É mais um monstro clássico da Universal.


Godzilla (1954)

O réptil gigante de 50 metros invadiu Tóquio em 1954. A versão de Ishiro Honda se tornou um clássico do cinema e inspirou outras versões, como a de 1998 e a mais recente de 2014. Gojira, como é chamado no Japão, é uma das criaturas mais marcantes de importantes do cinema, principalmente para a cultura oriental.


Tubarão (1975)

O primeiro grande sucesso do brilhante Steven Spielberg se tornou um marco da cultura pop. Com ajuda da tensa e famosa trilha sonora de John Williams, Tubarão transformou a forma como as pessoas veem o animal. Embora não seja um monstro, o Tubarão de Spielberg não é nenhum exemplo de doçura. Ganhador de dois prêmios Oscar, a produção transformou a maneira de fazer filmes blockbusters.


Alien (1979)

Dirigido pelo talentoso Ridley Scott, Alien – O Oitavo Passageiro é, até hoje, uma ótima ficção científica. Além de introduzir uma das personagens femininas mais duronas do cinema, Ellen Ripley, vivida por Sigourney Weaver, o longa ganhou inúmeras continuações. A criatura vinda do espaço causa pânico até os dias de hoje.


O Predador (1987)

Protagonizado por Arnold Schwarzenegger, O Predador é mais um alienígena da nossa lista. Futuramente, viria a se tornar inimigo do Alien no filme Alien vs. Predador, de 2004. A criatura é fortemente armada e possui um instinto de caça sanguinário. Merece o seu lugar de destaque na história do cinema de ficção.


T-Rex de Jurassic Park (1993)

A última criatura da nossa lista também não é um monstro. Apesar de ser altamente perigosa e agressiva, a T-Rex existiu em um passado bem distante. Também dirigido por Spielberg, Jurassic Park é um dos filmes mais importantes da história do cinema. Marcou gerações e trouxe os dinossauros de volta para o imaginário das pessoas. A dinossauro do filme é o símbolo mais forte da bem sucedida franquia. O filme também ganhou dois Oscars, além de ter inovado os efeitos visuais na época.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Iron Ferreira

Carioca e Jornalista graduado. Admirador da comunicação e de suas linguagens. Acredita no cinema como ferramenta capaz de transmitir sentimentos, quebrar preconceitos e mudar o mundo.