Oscar 2019 | Cineastas comentam sobre a polêmica decisão da Academia

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou recentemente que 4 categorias seriam apresentadas durante os intervalos do Oscar 2019. São elas: Melhor Edição, Melhor Fotografia, Melhor Maquiagem e Penteado e Melhor Curta-Metragem.

O caso foi bastante polêmico, especialmente pelas duas primeiras categorias e cineastas como Guillermo del Toro, Alfonso Cuarón e Emmanuel Lubezki comentaram sobre o assunto.

O anúncio de que algumas categorias seriam apresentadas durante os comerciais foi feito no ano passado. E esse é só um exemplo do pacote de novidades – não muito boas – que a Academia preparou. Teve também o caso da criação da categoria Melhor Filme Popular, que acabou sendo deixada de lado.

Também houve uma polêmica sobre os indicados a Melhor Canção Original, na qual, inicialmente, apenas dois dos cinco indicados seriam apresentados na cerimônia. Além disso, é preciso ressaltar a escolha de realizar a premiação sem o tradicional anfitrião, depois de vários problemas com o comediante Kevin Hart, que tinha sido anunciado para tal função. Não foi um ano fácil para a Academia.

A repercussão

Diante de uma decisão tão polêmica quanto essa, alguns cineastas se posicionaram. Veja a declaração, pelo Twitter, do vencedor do Oscar por A Forma da Água, Guillermo del Toro:

“Eu não gostaria de sugerir quais categorias deveriam ser cortadas durante a cerimônia do Oscar, mas Fotografia e Edição são o coração da nossa atividade. Elas não vieram da tradição teatral ou da tradição literária: elas vieram do cinema em si.”

O diretor Alfonso Cuarón, cujo filme Roma recebeu 10 indicações, também usou o Twitter para se posicionar. Veja abaixo:

Na história do CINEMA, obras de arte existiram sem som, sem cor, sem história, sem atores e sem música. Nenhuma jamais existiu sem CINEMAtografia e sem edição.”

O diretor de fotografia três vezes vencedor do Oscar, Emmanuel Lubezki, criticou a decisão da Academia pelo Instagram. Ele disse que a Academia tomou um “decisão infeliz” porque “cinematografia e edição são provavelmente os “componentes primordiais do cinema”.

Reed Morano, diretora de fotografia de Rio Congelado (2009), também se manifestou pelo Instagram:

“Quando classificações são mais importantes do que as coisas que você está celebrando, claro que a receita é mais importante do que a arte! (Isso faz a receita) então a parte mais fácil para fazer é só dobrar a linha ao invés de aplaudir a arte que você mesmo criou. É só mais um novo dia em Hollywood, pessoal. Definitivamente preciso ver as apresentações de todos os cinco desses indicados a Melhor Canção em suas intermináveis durações. Tenho certeza de que com essas cinco apresentações nós poderíamos reservar um tempinho para celebrar os dois blocos fundamentais de todo filme já feito.”

Ufa! A polêmica cerimônia do Oscar será realizada no dia 24 de fevereiro. O que acharam da decisão?

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.