Bafta 2019 | Bryan Singer tem indicação retirada da premiação

O Bafta 2019 decidiu retirar a indicação do diretor Bryan Singer da categoria Melhor Filme Britânico por Bohemian Rhapsody. A organização afirmou que tal medida foi adotada por causa das “sérias alegações” contra Singer.  Agora, apenas o produtor Graham King e o roteirista Anthony McCarten concorrem na categoria.

Ele recebeu uma série de acusações de assédio sexual, às quais o diretor negou. Além disso, não foi a primeira vez que ele foi retirado de uma premiação. Recentemente, o GLAAD Media Awards resolveu excluir o longa da categoria principal pelos mesmos motivos. Vale lembrar que Singer não trabalhou durante toda a produção do filme, por causa da “falta de profissionalismo”. Ele foi demitido e substituído por Dexter Fletcher.

“O Bafta considera o comportamento alegado completamente inaceitável e incompatível com os seus valores [da organização]. A suspensão de sua indicação permanecerá até que as questão das alegações seja resolvida”, diz o comunicado oficial da Academia Britânica.

A Fox apoiou a decisão da premiação.“Nós estamos completamente de acordo com a decisão do BAFTA.”, disse o estúdio em nota.

Bohemian Rhapsody recebeu 7 indicações ao Bafta 2019, incluindo Melhor Ator (Rami Malek). A cerimônia será realizada no dia 10 de fevereiro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.