Minha Fama de Mau | Chay Suede canta ‘Festa de Arromba’ em cena inédita

“Hey, hey! Que onda, que festa de arromba!” são trechos de um dos hinos da década de 60 que ganharam destaque na voz de Erasmo Carlos. O longa Minha Fama de Mau aborda essa e outras fases da carreira do compositor e é o cantor Chay Suede quem empresta sua voz para representá-lo. Em nova cena divulgada em, o ator sobe ao palco do programa de TV Jovem Guarda para animar a plateia com os versos da música. Ao lado dele, estão seus companheiros de carreira Roberto Carlos (Gabriel Leone) e Wanderléa (Malu Rodrigues). Com direção de Lui Farias, o filme estreia nos cinemas dia 14 de fevereiro.

A cinebiografia traz um recorte que vai da juventude de Erasmo, na Tijuca, onde conheceu Tim Maia (Vinicius Alexandre) e formou o grupo The Snakes, até o fim da década de 70, quando atingiu o auge do sucesso na Jovem Guarda, ao lado de Roberto e Wanderlea. Está lá também sua atuação no rádio, além da grande amizade com Roberto Carlos, com quem dividiu composições que marcaram gerações.

Bruno de Luca (Carlos Imperial) e Bianca Comparato, que interpreta as várias mulheres que passaram pela vida de Erasmo, inclusive, Narinha, sua esposa, integram o elenco. Isabela Garcia e Paula Toller fazem participações especiais.

SINOPSE

Na Tijuca dos anos 60, o jovem Erasmo Carlos (Chay Suede) alimenta uma paixão: o rock and roll. Fã de Elvis, Bill Haley e Chuck Berry, ele aprende a tocar violão enquanto vive de sonhos, bicos e pequenas delinquências. Sua fama de roqueiro atrai Roberto Carlos (Gabriel Leone) e logo se tornam parceiros e amigos. Um megassucesso chega com a Jovem Guarda, programa de televisão onde Roberto, Erasmo e Wanderléa (Malu Rodrigues) são a atração principal. “Minha Fama de Mau” é um mergulho emocionante na música e na vida de Erasmo Carlos que, com cabeça de homem e coração de menino, se tornou o Tremendão, símbolo vivo do rock nacional.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...