Bohemian Rhapsody | Filme é removido do GLAAD Awards após acusações envolvendo Bryan Singer

O filme Bohemian Rhapsody é removido da premiação GLAAD Media Awards 2019, após novas acusações de abuso sexual e má conduta contra o diretor Bryan Singer.

“Tendo em vista as acusações contra o diretor Bryan Singer, a GLAAD tomou a difícil decisão de remover “Bohemian Rhapsody” da disputa por um GLAAD Media Awards na categoria Melhor Filme – Amplo Lançamento, deste ano. A história desta semana no The Atlantic documentando danos indescritíveis sofridos por rapazes e garotos adolescentes trouxe à luz uma realidade que não pode ser ignorada ou mesmo tacitamente recompensada. A resposta de Singer à história do The Atlantic usou erroneamente “homofobia” para se desviar das alegações de agressão sexual e a GLAAD estimula a mídia e a indústria a não encobrir o fato de que os sobreviventes de agressão sexual devem ser colocados em primeiro lugar.”, disse a GLAAD em comunicado à Variety.

A GLAAD já havia, inclusive, defendido o filme anteriormente pela sua representação inabalável da sexualidade do ícone gay Freddie Mercury e pela batalha contra a AIDS.

Os representantes de Singer e a 20th Century Fox ainda não se manifestaram sobre o assunto.

A revista The Atlantic publicou uma reportagem na qual jovens, cujos nomes verdadeiros não foram revelados, acusam o diretor de comportamento impróprio e assédio sexual. Uma das vítimas, identificado como Andy, afirmou que teve relações sexuais com Singer quando tinha 15 anos. Outro homem disse que começou a fazer sexo com Bryan quando tinha 17.

O GLAAD Media Awards é uma premiação que reconhece e homenageia a comunidade LGBT. A primeira cerimônia realizada foi em 1990 nos EUA. Além do cinema, também são premiados projetos na TV, no teatro, música, jornalismo e publicidade. Os grandes vencedores do ano passado foram os filmes Me Chame Pelo Seu Nome, de Luca Guadagnino, e Uma Mulher Fantástica, de Sebastián Lelio.

Os indicados ao GLAAD Media Awards 2019 serão anunciados no dia 25 de janeiro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.