Documentário polêmico sobre Michael Jackson é adicionado à programação do Festival de Sundance

O Festival de Sundance revelou a sua programação, que conta com a estreia mundial do documentário Leaving Neverland, que aborda as supostas acusações de abuso sexual por parte do falecido cantor Michael Jackson.

O polêmico documentário é escrito e dirigido por Dan Reed. O filme contará como o cantor, no auge de sua carreira, teria começado uma relação com dois menores de idade, um de 7 e outro de 10 anos. Ambos, agora na casa dos 30 anos, afirmam que foram abusados sexualmente por Jackson e revelam como eles viveram com isso.

Os representantes de Michael Jackson problematizaram o anúncio feito pelo festival. “Esta é outra produção chocante em uma tentativa ultrajante e patética de tentar explorar financeiramente Michael Jackson.”.

O cantor viveu no rancho Neverland em Santa Barbara, Califórnia, de 1988 a 2003. O local chegou a ser invadido pela polícia em 2003 por causa das acusações de abuso sexual por um jovem de 13 anos. Jackson foi absolvido pelos jurados de todas as 14 acusações criminais contra ele no tribunal estadual em 2005.

O documentário será exibido numa sessão especial e dividido em duas partes, totalizando quatro horas de duração. Depois, haverá uma entrevista com os cineastas.

A sinopse diz:

Através de entrevistas angustiantes com homens agora adultos e suas famílias, ‘Leaving Neverland’ produz um retrato de exploração e decepção sustentado, documentando o poder da celebridade que permitiu que uma figura reverenciada se infiltrasse na vida de crianças e seus pais.”

O Festival de Sundance terá inicio no dia 24 de janeiro. Serão apresentados no total 241 projetos, de 49 países.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulo Victor Costa

Depois que descobriu "The Truman Show" e "Lost", passou a viver de filmes e séries. Também é muito fã dos filmes do Spielberg. Tenta assistir de tudo para poder debater com outras pessoas.