Donald Trump usa novamente ‘Game of Thrones’ em favor de sua agenda política

O presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a utilizar a série de TV Game of Thrones. Desta vez, a referência foi feita à Muralha, um enorme muro de gelo que existe na série, para pressionar o Congresso em favor de sua barreira na fronteira mexicana.

“O muro está chegando”, escreveu Trump em um post no qual mostra a fonte do título do programa e sua foto com uma barreira de borda na parte inferior. Veja:

View this post on Instagram

A post shared by President Donald J. Trump (@realdonaldtrump) on

Na série, a Muralha foi construída para proteger Westeros de um exército de soldados mortos-vivos liderados pelos “Caminhantes Brancos”, ou, White Walkers.  O muro de Trump tem como objetivo impedir que migrantes da América Central, sobretudo México, entrem nos Estados Unidos.

Em tempo: se você está em dia com a série, sabe que a Muralha não teve um bom destino na sétima temporada.

Trump é fã da série?

No ano passado, a HBO criticou o presidente norte-americano, Donald Trump, pelo uso indevido da logomarca de Game of Thrones. Prometendo sanções contra o Irã, através de seu Twitter, Trump advertiu que, em 5 de novembro, “Sanções estão chegando”, fazendo um trocadilho com o famoso slogan da série “O inverno está chegando”.

A HBO não ficou satisfeita com a estratégia de Trump, e disse que o presidente não recebeu permissão para utilizar a logomarca de Game of Thrones. “Nós não estávamos cientes deste dessa mensagem e preferimos a que nossa marca não seja utilizada para fins políticos,” disse o canal em um comunicado à Variety.

O Twitter oficial da HBO também questionou o tweet do Presidente: “Como se diz uso indevido de marca em Dothraki?”

Ao que parece, o presidente norte-americano parece não ter ligado para o descontentamento da HBO. A imagem continuou no Twitter de Trump, com a frase e as letras do logotipo de Game of Thrones, além do novo post.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...