Um Lugar Silencioso 2 | John Krasinski e Emily Blunt revelam detalhes que gostariam de ver na continuação

Em entrevista ao EW, John Krasinski e Emily Blunt falaram sobre a sequência do elogiado Um Lugar Silencioso. O mundo pós-apocalíptico dominado por vorazes aliens com audição supersônica e o destino da família Abbott após os eventos finais do primeiro longa devem ser o plot do novo filme.

“Em alguns aspectos, a ideia de ver quem eram estas pessoas, antes de tudo isto aconteceu, seria interessante, mas não tenho certeza, porque eu acho que na verdade é agora o que é o próximo capítulo e o que acontece em seguida,” diz Blunt, que interpreta Evelyn Abbott,  mãe das crianças. “Eu acho que as pessoas se sentem muito investidas nesta família… Acho que agora é como um livro aberto”, completa a protagonista.

Diretor e co-roteirista do primeiro filme, Krasinski diz que inicialmente “não queria ter nada a ver com a continuação” por causa do caráter único e especial do primeiro filme.

“Este é um mundo que você pode se envolver, isto não é apenas ter um personagem para interpretar…é na verdade um mundo, que é uma experiência totalmente diferente, muito original. Não é como o Alien, onde o principal vilão é uma coisa; é todo conjunto de regras real e a circunstância que o mundo tem sofrido, que você pode fazer em diferentes facetas”, explicou.

Millicent Simmonds, que interpreta Regan, a filha mais velha dos Abbotts no filme, disse que gostaria de ver o próximo filme indo em três direções, incluindo o passado e como os alienígenas surgiram; uma família diferente no mesmo universo em que eles vivem; e a terceira ideia seria uma ideia de futuro. “O mundo depois de tudo, uma vez que as crianças são mais velhas? Ou o que acontece com os alienígenas ou como melhorar ou resolver esse problema?”, diz a jovem atriz.

A continuação de Um Lugar Silencioso, dirigida por John Krasinski, chega aos cinemas em 15 de maio de 2020.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...