Mostra de SP 2018 | ‘303’: uma mistura de road trip com a trilogia de Linklater

Em um filme leve, descontraído e repleto de diálogos, dois jovens viajam pela Europa para resolver assuntos pendentes, porém, eles acabam descobrindo mais sobre si mesmos do que imaginavam. Mesmo diretor de Os Educadores, Hans Weingartner deixa um pouco do seu lado revolucionário de lado para trazer um filme confortável em 303.

Jule (Mala Emde), uma estudante de biologia, está a caminho de Portugal em seu trailer 303 para visitar o namorado. Ainda pelos arredores de Berlim, ela se depara com Jan (Anton Spieker), um rapaz pedindo carona em direção à Espanha para encontrar o pai biológico pela primeira vez.

Nos primeiros minutos do longa, somos envolvidos pelos personagens cativantes com rápidos backgrounds de cada um, além de suas conversas iniciais como estranhos. Mesmo assim, os dois juntos possuem uma química incrível, que só aumenta conforme o filme avança.

Possuindo um ritmo leve por toda sua extensão, Jule e Jan viajam pelas diversas cidades da Europa, passando pelas mais belas locações. Enquanto isso, vão debatendo sobre assuntos como relacionamentos, fatores biológicos e claro, o capitalismo.

Já era de se esperar que Hans Weingartner não ia perder a oportunidade de debater sobre seus ideais. No entanto, aqui os protagonistas expõem seus pensamentos com argumentos válidos e de maneira respeitosa. Mesmo sem concordar um com o outro, os dois saem com algum conhecimento a mais, sem necessariamente precisar chegar a um consenso.

Mas esses diálogos não são usados apenas para preencher tempo. Consequentemente, as conversas trocadas ao longo do caminho geram outros diálogos ou compõem as ações dos protagonistas, permitindo o desenvolvimento da relação entre os dois ao som de uma trilha sonora que dá uma sensação de conforto.

No meio de tantas conversas, eles vão tentando não se apaixonar. Jule tem suas aflições e assim como Jan, precisa tomar uma decisão. Mas à medida que os quilômetros vão rodando, eles vão descobrindo juntos sobre si mesmos e seus destinos finais vão lentamente se tornando outro.

303 é basicamente a mistura de um bom filme de road trip com a junção da trilogia Antes do Amanhecer, de Richard Linklater. Assim como os personagens, é um filme encantador e confortável de assistir.

4

RESUMO

303 é um filme agradável, trazendo para a tela um road movie com personagens cativantes e envolventes.

Quando e onde assistir:

Dia 26/10
20:45 – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – AUGUSTA ANEXO 4

Dia 27/10
17:30 – CINE CAIXA BELAS ARTES SL 1 VILLA LOBOS

Dia 29/10
14:00 – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 2

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Rafaella Rosado

Jornalista em formação e apaixonada pela sétima arte desde pequena, quando achava que era possível ver todos os filmes do mundo. Acredita que o cinema é uma forma de viajar e conhecer outras realidades sem sair do lugar.