Crítica | Bradley Cooper e Lady Gaga encantam em ‘Nasce Uma Estrela’

Ao mesclar romance com os bastidores do showbiz, reunindo ainda boas atuações, roteiro interessante e uma trilha sonora espetacular, Nasce Uma Estrela tem tudo para ser um sucesso. Bradley Cooper (Sniper Americano) dirige e estrela a nova versão do clássico de 1937, que é co-protagonizado pela estrela do pop Lady Gaga (America Horror Story).

No filme, Ally (Gaga) é uma garota comum que sonha em se tornar uma artista de sucesso. Ao mesmo tempo em que leva uma vida normal, a jovem luta para ter seu talento reconhecido pela indústria musical. Tudo muda quando Jackson Maine (Cooper), um famoso cantor de rock, descobre seu talento após assisti-la em uma apresentação em um bar. Após iniciarem um relacionamento amoroso, testemunhamos a ascensão de Ally ao mesmo tempo em que as drogas e o alcoolismo provocam o declínio de Jackson.

Nasce Uma Estrela é um clássico americano que revela as entranhas da fama e do agitado mundo dos artistas. Sendo a quarta versão da história, que já foi protagonizada por Janete Gaynor, Judy Garland e Barbra Streisand, o filme nasce com a responsabilidade de manter a qualidade de seus percussores. Nesse quesito, a produção é um êxito. Bradley Cooper, três vezes indicado ao Oscar de Melhor Ator, estreia na direção de maneira primorosa. As cenas de shows e apresentações musicais são bem filmadas e engrandecem a produção. Arenas e estádios lotados abrilhantam visualmente, passando credibilidade, e sonoramente, especialmente pelos vibrantes sons da plateia.

A história é bem construída, trabalhando o desenvolvimento de cada personagem de maneira esclarecedora e continua. A maneira como as vidas dos protagonistas se entrelaçam é fundamental para entender a relação de amor e o quanto a música importa para os dois. Nesse sentido, o filme apresenta um roteiro mais profundo do que apenas focar nos personagens. Alcoolismo, problemas familiares, drogas e os bastidores da fama são assuntos abordados de maneira complexa na narrativa, contribuindo para aumentar sua riqueza.

As atuações são grandes destaques na trama. Bradley Cooper consegue construir um personagem profundo, que mistura delicadeza com irresponsabilidade. Os problemas enfrentados pelo personagem são evidenciados pelo talento do ator, que provou mais uma vez seu ótimo desempenho.

Lady Gaga, ganhadora de seis prêmios Grammy, um Globo de Ouro e uma indicação ao Oscar de Melhor Canção Original, fez sua estreia como protagonista no cinema de maneira bastante positiva, ao dar vida a uma cantora pop em ascensão. Muito se especulou sobre sua qualidade como atriz, uma vez que seria um desafio para a cantora deixar de lado sua imagem polêmica e extravagante.

Porém, Gaga cumpriu seu papel ao apresentar uma protagonista com visual mais simples e entregando uma boa atuação. O ator Sam Elliot, que vive Bobby, o irmão mais velho de Jackson, também merece destaque pela excelente atuação.

Por se tratar de um musical, detalhes da trilha sonora não poderiam deixar de ser mencionados. E essa é, talvez, a melhor surpresa da produção. Com canções que passeiam por diversos gêneros musicais, entre eles o Jazz, Pop e o Rock, a parte musical da obra é primorosa. As músicas, as quais Gaga ajudou a escrever e produzir, compostas originalmente para essa versão do filme são muito boas e acompanham a narrativa, ajudando a contar a história, em todas as cenas

Ao misturar romance, musical e drama, Nasce Uma Estrela revela ainda mais o potencial de seus protagonistas, que gravaram todas as cenas musicais ao vivo. Sem mudar muito a trama original, a produção entrega o que promete. Com estreia nacional marcada para hoje (11 de outubro), é um filme que merece muito ser visto.

5

RESUMO

Acompanhando um romance em meio aos bastidores do showbiz, Nasce Uma Estrela reúne uma série de bons elementos, como roteiro, direção, atuações e uma trilha sonora espetacular.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Iron Ferreira

Carioca e Jornalista graduado. Admirador da comunicação e de suas linguagens. Acredita no cinema como ferramenta capaz de transmitir sentimentos, quebrar preconceitos e mudar o mundo.