James Gunn vai para a DC e pode escrever e dirigir ‘Esquadrão Suicida 2’

Após ser demitido pela Disney e deixar Guardiões da Galáxia Vol. 3, James Gunn pode estar de mudança para outro estúdio. O cineasta negocia com a Warner Bros. para escrever a continuação de Esquadrão Suicida.

Gunn foi demitido depois que conservadores resgataram velhos tweets que incluíam piadas sobre estupro e pedofilia. Ele pediu desculpas e aceitou a demissão, mas ponderou que as mensagens antigas “não refletem a pessoa que eu sou hoje ou tem sido por algum tempo.” Caso o diretor desembarque no estúdio rival, irá reacender a rivalidade entre os fãs de Marvel e DC.

Gunn trará uma abordagem totalmente nova para a franquia, não sendo necessitamento uma continuação direta de Esquadrão Suicida. Caso também seja confirmado como o diretor do longa, uma vez que está acostumado a trabalhar com diversos personagens diferentes, Gunn trará ao longa uma personalidade própria, o que será bastante curioso de observar em outro estúdio.

Enquanto isso, Disney e Marvel continuam à procura de um novo diretor para Guardiões da Galáxia, Vol. 3. A produção do filme foi paralisada e ainda não há previsão para que as atividades sejam retomadas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...